segunda-feira, 27 de abril de 2020

O Maranhão já registra 125 mortes por Covid-19 e 2.410 estão infectadas pela doença.



Maranhão é o sexto estado do Brasil com mais mortes provocadas pelo coronavírus. Último boletim registra que chegamos a 125 mortes. Uma média de três óbitos por dia desde o registro do primeiro caso, em 20 de março.

Os estados com mais mortes são:

  1. São Paulo (1.700);
  2. Rio de Janeiro (645);
  3. Pernambuco (415);
  4. Ceará (327);
  5. Amazonas (304);
  6. Maranhão (125);
  7. Pará (100)

O estado de São Paulo, passou a marca dos 20,7 mil casos confirmados. O número de mortes chegou a 1.700 neste domingo (26), conforme dados da Secretaria estadual de Saúde. O estado representa 40,4% dos óbitos no país.

Em seguida está o Rio de Janeiro, que registrou 645 mortes e 7.111 casos confirmados de coronavírus. Segundo o governo do estado, há ainda 278 óbitos em investigação. A capital contabiliza mais vítimas fatais com 382.

Neste domingo (26), Pernambuco confirmou 391 novos casos e mais 34 mortes provocadas pela Covid-19. O estado contabiliza 4.898 casos confirmados e 415 óbitos causados pela doença. Dos 34 óbitos confirmados ontem, 23 apresentavam comorbidades. Os demais estão sendo investigados.

O estado do Ceará, quarto no ranking nacional em mortes pelo novo coronavírus, registrou 50 novos óbitos só neste domingo, o maior número já registrado em um único dia. O número de mortos chega a 376 6.260 casos confirmados da doença. No Amazonas, mais 198 casos foram registrados ontem. O estado contabiliza 3.833 casos confirmados. Ao todo, 304 pessoas morreram.

O estado com menos mortes é o Mato Grosso do Sul: sete ao todo.

Maranhão

São Luís é o epicentro do vírus. Tem a maior parte dos casos e está com 94% dos leitos de UTI ocupados, pela segunda vez em menos de uma semana. No domingo, dia 19, os leitos de terapia intensiva haviam chegado a 93% de ocupação. Recuaram para 84% no meio da semana. E agora estão com 94% ocupados. O sistema de saúde, portanto, está próximo do colapso.

O Governo do Maranhão anunciou construção de mais 30 leitos no hospital Carlos Macieira e em outros pontos. Nesta semana outros alguns serão entregues. Flávio Dino disse ao jornal Estado de S. Paulo que decretará o fechamento total das atividades em São Luís caso a ocupação chegasse a 80%.

De acordo com os dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgados na noite deste domingo (26), ao todo, o estado já registra 125 mortes por Covid-19 e 2.410 estão infectadas pela doença.

Na manhã desta segunda-feira (27) o governador Flávio Dino, realizará uma coletiva para falar sobre novas ações que devem ser tomadas para combater a pandemia no estado.

Desde os primeiros registros da doença no estado, medidas como fechamento do comércio, aplicação de multas e suspensão das aulas foram adotadas pelo governo do Maranhão como forma de conter o avanço da doença.

De O Imparcial

0 comentários:

Postar um comentário