segunda-feira, 20 de abril de 2020
O governador Flávio Dino (PCdoB) anunciou hoje (20), durante entrevista coletiva no Palácio dos Leões, que o decreto estendendo até o dia 5 de maio medidas restritivas ao comércio na Ilha de São Luís inclui uma nova obrigação: o uso de máscaras em locais públicos, ou privados de uso coletivo. 

“O decreto hoje traz uma novidade, que é a obrigatoriedade do uso de máscaras em locais públicos ou locais privados de uso coletivo”, afirmou o comunista. Não ficou claro na fala do chefe do Executivo se a exigência vale apenas para a Ilha de São Luís, ou se para todo o estado (aguarda-se a publicação do decreto). 

Segundo ele, o prazo para a adequação de todos a esta medida estende-se até o fim desta semana. “Nós estamos autorizando a abertura das lojas que vendem tecidos, para que, com isso, haja o fornecimento de insumos e, com isso, nós consigamos ter o abastecimento do material necessário da fabricação, inclusive caseira”, completou. 

O governador também anunciou que o governo está concluindo a produção de 1 milhão de máscaras, para distribuição gratuita. “Que não vão resolver 100%, mas ajudam a proteger”, disse. 

As máscaras, anunciou ele, estão sendo distribuídas nos terminais de integração da capital. 

Fonte: Gilberto Léda

0 comentários:

Postar um comentário