segunda-feira, 23 de março de 2020


O prefeito Raimundo Silva Rodrigues e a Construtora Panorama, ambos de Parnarama, foram acionados na Justiça por indícios de irregularidades no contrato de R$ 5,5 milhões. O presidente da Comissão Permanente de Licitação, pregoeiro Francisco Gleydson Oliveira Carvalho, também foi arrolado no processo.

A Ação Civil Pública por Improbidade Administrativa foi protocolada pela Promotoria de Justiça de Parnarama.

No Sistema Integrado do Ministério Público (SIMP) não há informações detalhadas sobre a ACP e nem o que foi pedido sobre os possíveis réus, apenas relata que houve violação dos princípios administrativos.

O Blog do Neto Ferreira apurou que, em janeiro do ano passado, a Construtora Parnarama foi vencedora de uma licitação no valor de R$ 5.575.227,50 milhões para executar serviços de manutenção preventiva e corretiva em prédios públicos próprios do Município, locados e/ou conveniados da Administração Municipal, com fornecimento de material, equipamentos e mão de obra necessários.

A empreiteira é administrada por Domingos Carvalho Lopes da Silva.



0 comentários:

Postar um comentário