segunda-feira, 2 de março de 2020

Mais um caso de extrema violência foi registrado no sábado (29) na cidade de Arari (MA). Segundo as informações policiais, um dono de uma barraca e ex-carcereiro foi assassinado com três tiros na cabeça após vender um milho para os criminosos.



De acordo com as informações, o caso aconteceu por volta das 16 horas, no povoado Bamburral. Dois homens, ainda não identificados, pararam na barraca da vítima, identificado como Edjan de Jesus da Cruz Gama, de 27 anos, compraram um milho, tomaram um cordão de prata e o celular e logo em seguida dispararam três vezes contra a cabeça dele.

Eles estavam em uma moto preta, com o rosto à mostra. Após isso, Edjan de Jesus foi levado ao Hospital Municipal, mas já sem vida. A polícia foi acionada e realizaram diligências nos povoados, sem êxito. O caso foi registrado pela sua esposa, Maria de Jesus Gama da Luz, que não quis comentar nada sobre os assassinos no momento em que a polícia foi acionada, possivelmente com medo de retaliações, segundo a PM.

Edjan de Jesus, de acordo com as informações passadas, foi carcereiro na cidade de Arari, mas atualmente estava fora da corporação. Ele é acusado de roubar uma pistola da Polícia Militar do município, suspeito de cometer roubos e também é apontado como possível autor do duplo homicídio ocorrido no povoado Cedro, na madrugada do dia 04 de janeiro de 2020, segundo as informações passadas ao blog pela polícia.

Com informações do Blog do Jailson Mendes

0 comentários:

Postar um comentário