domingo, 16 de fevereiro de 2020

Terminal como o de Porto de Suape em Pernambuco será construído em São Luís (Suape/divulgação)

O grupo Terminais Marítimos de Pernambuco (Temape), de Pernambuco, vai investir cerca de R$ 200 milhões na construção de um terminal de armazenamento de combustíveis líquidos, na área do Distrito Industrial de São Luís (Disal). A empresa recebeu, esta semana, a autorização da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para a implantação do empreendimento.

O investimento, na primeira fase, será de R$ 128 milhões, devendo gerar 300 empregos diretos e indiretos. Já na segunda fase, serão R$ 52 milhões. A alteração dos valores ocorreu em virtude da demora da autorização para o início das obras.

As tratativas para viabilidade do empreendimento no Maranhão foram conduzidas pela Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc) como parte da política de atração de investimentos para o Estado.

Segundo o secretário Simplício Araújo, da Seinc, o empreendimento faz parte das obras do setor de tancagem que já haviam sido anunciadas e que estão transformando o Maranhão no maior hub de combustíveis do Brasil.


“Nesse momento delicado em que o Brasil está vivendo com a crise econômica, a Seinc segue seu compromisso de atrair mais investimentos como esse, contribuindo para transformar o Maranhão no maior hub de combustíveis do Brasil”, frisou Simplício (no registro ao centro, com diretores da Temape).

A empresa já realizou a limpeza do terreno e, com a licença de instalação, agora, inicia a etapa de terraplanagem. A Seinc consolidou parceria com a Temape, a fim de expandir o setor de tancagem no Maranhão. A pasta assegurou a contratação de mão de obra local por parte da empresa, durante a execução das obras e operação do terminal. De acordo com a empresa, o Porto do Itaqui foi um grande diferencial para a decisão da construção da base no Maranhão.

O projeto é composto por 11 tanques destinados para a movimentação e o armazenamento de produtos inflamáveis, combustíveis, etanol; dois dutos portuários; uma plataforma rodoviária e uma ferroviária, além de instalações complementares. A empresa presta serviços de comercialização e armazenamento e distribuição de combustíveis derivados de petróleo, álcool e outros biocombustíveis.

Do Maranhão Hoje

0 comentários:

Postar um comentário