sábado, 4 de janeiro de 2020

João Victor Matos Cutrim foi preso no final da tarde de sexta-feira (3) no bairro Vicente Fialho; Ele é suspeito de ter matado a tiros Carlos Augusto Correia, de 44 anos.


João Victor Matos Cutrim foi encaminhado para a Centro de Triagem de Pedrinhas em São Luís — Foto: Divulgação/Polícia

A Polícia Civil do Maranhão prendeu no final da tarde de sexta-feira (3), em São Luís, João Victor Matos Cutrim após ele ser suspeito de ter matado a tiros o auxiliar penitenciário Carlos Augusto Correia, de 44 anos, na manhã de sexta no bairro Cohab, na capital.

Segundo a polícia após investigações, João Victor foi preso por volta das 17h, no bairro Vicente Fialho, em São Luís, por equipes da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc), Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI) e Grupo de Serviço Avançado da Polícia Militar do Maranhão.

João Victor Matos Cutrim foi conduzido para a sede da SHPP, onde foi autuado em flagrante e logo após ele foi encaminhado para a Centro de Triagem de Pedrinhas, na capital.

De acordo com a polícia, as investigações seguem no sentido de identificar os demais envolvidos bem como apontar a motivação do crime.

Carlos Augusto foi morto a tiros em São Luís — Foto: Divulgação



Morto a tiros

O auxiliar penitenciário Carlos Augusto Correia, de 44 anos, foi assassinado a tiros em São Luís. O crime aconteceu no início da manhã de sexta-feira (3), no bairro Cohab.

De acordo com informações da Polícia Militar, Carlos Augusto foi atingido com cinco tiros quando estava em frente a uma agência bancária, na Avenida Jerônimo de Albuquerque. As investigações preliminares apontam que o crime foi praticado por dois homens em uma motocicleta. Ele era lotado na Unidade Prisional de Ressocialização São Luís 5 (UPSL5).

G1 MA

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração

Quer a melhor internet?

Quer a melhor internet?
Entre em contato agora mesmo.