sexta-feira, 17 de janeiro de 2020
Em sua primeira aparição já como filiado ao Solidariedade, juiz federal aposentado impressiona pelo carisma, pela postura de independência, simplicidade, e pelo preparo intelectual e experiência para comandar a capital maranhense


Carlos Madeira com Simplício Araújo: postura firme, respostas simples e respeito às diferenças com independência; São Luís ganha um candidato

Nenhum outro pré-candidato a prefeito conseguiu reunir, a um só tempo, todos os predicados capazes de fazer um debate em alto nível em São Luís quanto o juiz federal aposentado Carlos Madeira.


Já como filiado ao Solidariedade, Madeira reuniu a imprensa nesta quarta-feria, 15.

E impressionou.

O pré-candidato do secretário Simplício Araújo mostrou, ao mesmo tempo, todo o carisma de Neto Evangelista (DEM) e Duarte Júnior (PCdoB); a independência que Eduardo Braide (Podemos) e Wellington do Curso (PSDB) representam; o preparo intelectual de Adriano Sarney (PV) e a simplicidade de Jeisael Marx (Rede), para citar alguns exemplos.

E acrescentou a tudo isso um ingrediente adicional até agora inexistente nos postulantes ao posto do prefeito Edivaldo Júnior: a experiência acumulada em anos de sólida carreira na magistratura e a formação em gestão e empreendedorismo.

– Minha visão é de gestão, com posição e sentimento crítico. Não ficarei em cima do muro. Se para fazer gestão tiver que desconstituir ideias e posturas, não me furtarei e porei minha cara à avaliação. Me proponho a ser independente, sem achincalhe ou enxovalhamento a ninguém. Mas se essa independência contrariar alguém, ainda assim a exercerei – esta foi a síntese do pensamento apresentado pelo pré-candidato. 

É como se Carlos Madeira juntasse em uma única pessoa o que há de melhor nas características de todos os candidatos já apresentados.

Disposto a “construir pontes, não muros” – e mesmo mantendo a visão crítica de São Luís – o candidato teve, inclusive, a coragem de reconhecer pontos de destaque na atual gestão, como o projeto de Ecoponto, que ele pretende ampliar e modernizar, melhorando o entorno destes equipamentos urbanos implantados por Edivaldo Júnior (PDT).

Mesmo com tantos atributos pessoais, o ex-magistrado mostrou-se humilde em relação ao que o espera na campanha. 

– Estou no pelotão de trás desta disputa, que reúne gente com recall acumulado, vários mandatos na vida pública e exposição popular contínua; mas estou pronto a fazer o que os nigerianos aprenderam nas maratonas; uma corrida de recuperação – ponderou o escolhido do Solidariedade.

Para os jornalistas que participaram da coletiva de imprensa – e Madeira conseguiu levar alguns dos mais influentes para o evento, coisa que nenhum outro candidato havia conseguido – o debate pela Prefeitura de São Luís eleva o seu nível com a presença do candidato do Solidariedade.

Melhor para São Luís…

https://www.marcoaureliodeca.com.br/

0 comentários:

Postar um comentário