sexta-feira, 17 de maio de 2019



Uma pesquisa divulgada esta semana e o que se vê em comentários nas redes sociais mostram o quanto o Clã Sarney continua sendo rejeitado pela população da capital maranhense.

A pesquisa Escute mostrou o que normal sempre quando estamos há mais de um ano da eleição e ninguém sabe ainda quem será candidato. Muito recall pra quem foi candidato na ultima eleição. Ou seja, os dois únicos pré-candidatos que foram candidatos em 2016 foram mais lembrados e aparecem melhor posicionados.

Mas um dado é atemporal e importante. A rejeição do grupo Sarney. 34,6% dos entrevistados afirmaram que não votariam no herdeiro político do grupo, Adriano Sarney. três vezes mais rejeitado do que o segundo mais rejeitado.

Após a boa votação de Roseana Sarney em São Luís em 2010 graças a uma mobilização gigantesca de 90% dos vereadores, imaginava-se que ali começaria uma virada do Clã na capital. Não aconteceu. Com o grupo fora do poder desde 2015 e a forte tentativa de desgaste do governador Flávio Dino através da força midiática dos Sarneys, poderíamos prever uma melhora da imagem. Também não aconteceu. Nem o bolsonarismo que poderia emparedar ainda mais o governo de esquerda e fortalecer o grupo Sarney na capital fez com que eles tivessem uma boa aceitação.

Em 2016, Eduardo Braide começou a campanha de segundo turno na crista da onda e praticamente com a prefeitura na mão. Entre outras razões, como a notoriedade da Máfia de Anajatuba, a proximidade explícita do grupo foi determinante. Após Adriano Sarney falar que Eduardo Braide tentou o apoio do grupo “por baixo dos panos” a queda foi vertiginosa.

Esta semana, Adriano Sarney se envolveu em uma polêmica com o ex-candidato a presidência da República, Guilherme Boulos, o chamando de parasita e criminoso. A reação nas redes sociais contra Adriano mostram o quanto o Clã segue sendo rejeitado. Mesmo quem não gosta do militante do PSOL criticou a “falta de moral” dos Sarneys.

Via Clodoaldo

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração