terça-feira, 9 de abril de 2019

Para quem deseja passar o feriadão da Semana Santa na região da Baixada Maranhense ou no litoral nordeste do Estado, fazendo a travessia por ferry-boat, só mesmo entrando na fila de espera. Tudo porque as duas empresas que fazem o transporte de carros, caminhões, ônibus e micro-ônibus de São Luís para Cujupe, no caso, a Internacional Marítima e a Serviporto já não dispõem mais de passagens para veículos leves e pesados para os dias 17, 18 e 19 de abril.


A movimentação de veículos leves e pesados, além de passageiros é intensa no terminal de ferry-boats, mesmo assim as empresas não operam com cartão de débito/crédito; somente em espécie (Foto Reprodução)

É certo que a Agência de Mobilidade Urbana (MOB), órgão estadual criado para também fiscalizar esse tipo de transporte, deverá exigir que essas duas empresas disponibilizem viagens extras para atender as demandas de usuários, comuns durante temporadas festivas como carnaval, Semana Santa e fim de ano. Mas, mesmo somando a essas travessias adicionais com as seis viagens (ida e volta) por dia, em média, da Serviporto e da Internacional Marítima, não será suficiente para o atendimento do volume de veículos de passeio; de passageiros; de cargas; e utilitários.

E um dos motivos que provocaram o esgotamento das passagens de ferrys, de forma tão precoce é o fato de que o principal acesso rodoviário para a Baixada, no caso a MA-014, está com trechos intrafegáveis. A falta de manutenção da estrada, somada com as fortes chuvas que estão caindo na região comprometeram quase por completo suas condições de trânsito. Assim, os 166 Km entre Vitória do Mearim e Pinheiro, que deveriam ser feitos em menos de 3 horas, na atual situação esse tempo pode virar uma eternidade.

Outros fatores que merecem ser divulgados para conhecimento das autoridades, sobre o serviço de travessia dos ferry-boats, que atingem diretamente o consumidor são o desconforto, a insegurança e principalmente, a carestia nos preços das passagens para passageiros e veículos. É inadmissível, com tanta movimentação de pessoas, carros, caminhões e ônibus, estas empresas que fazem o transporte São Luís/Cujupe/São Luís disponibilizarem no local, vendas de passagens somente com “dinheiro vivo”, eliminando por completo o uso de cartões de débito e/ou crédito, o que facilitaria sobremodo a vida de seus usuários.

Via Hora Extra

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração