quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019
Foto: Divulgação PM

Rosinaldo Abreu, preso acusado de desacato e ameaça (Rosinaldo Abreu, ex secretário de Cultura do município de Serrano do Maranhão, na gestão da ex prefeita Donara e pré candidato a prefeito de Serrano foi preso por desacato e ameaça ao Sargento Iraulino, o qual é comandante do policiamento de Serrano. 

Por volta das 10:00hs desta terça-feira (5), Rosinaldo Abreu foi até o Quartel da Segunda Companhia de Polícia Militar em Serrano do Maranhão para informar que faria uma festa na quarta-feira de cinzas, a Polícia teria informado ao acusado que não seria possível a realização da festa em razão do descanso do efetivo policial que estaria a disposição da sociedade durante todo o período de carnaval, sem policiamento, não seria possível garanti a segurança das pessoas que por ventura fosse até a festa. 

Nesse momento o pré-candidato passou a desacatar e desafiar o 2° Sargento Iraulino – comandante da 2°Cia, dizendo inclusive que o mesmo não passava de um ditador e que mostraria ao Sargento que iria fazer a festa a qualquer custo, como se não bastasse o desacato, o acusado ainda teria feito diversas ameaça ao Sargento nos seguintes termos: ” os teus dias estão contados em Serrano”, momento em que recebeu voz de prisão e foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil de Cururupu. Diante dos fatos, o mesmo foi atuado em fragrante e arbitrado uma fiança no valor de cinco salário mínimo.

Segundo as informações, caso o pagamento da fiança não ocorra até esta quarta-feira (06), Rosinaldo Abreu será encaminhado para uma unidade prisional onde ficará à disposição da justiça. O acusado foi entre sem lesões corporais.

HISTÓRICO

O acusado tem colecionado sérios problemas com a ordem pública em Serrano, em 2018 por exemplo, o acusado teria protagonizado uma verdadeira desordem no município. Ainda segundo informações, o ex secretário de cultura do município já teria sido preso no passado, acusado de diversos crimes, entre os quais, estelionato; associação criminosa e tráfico de drogas. 

Segundo a Polícia Militar, o mesmo já dizia nos quatro canto da cidade que realizaria a festa de qualquer forma, com ou sem autorização, o que demonstra um desprezo pela imposição coercitiva do Estado, a qual todos os cidadãos estão sujeitos.

Via ICURURUPU

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração