sexta-feira, 9 de novembro de 2018



No dia 28 de outubro de 2018 houve o óbito de uma criança godofredense de seis anos no Hospital Barros Barreto em Belém do Pará. Como causa morte foi diagnosticada meningite bacteriana, e como contribuintes para o óbito o seu histórico de alergia e Febre Reumática.

A meningite é um Processo inflamatório das meninges, membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal. Pode ser causado por bactéria, vírus, fungo e protozoário. Tem como principais sintomas a febre alta, dor de cabeça, vômito, rigidez de nuca e pode aparecer manchas pelo corpo. Em crianças pequenas a sintomatologia difere, ocasionando além destes o abaulamento da fontanela anterior (moleira) e a criança pode apresentar choro forte ao ter suas pernas mobilizadas no trocar das fraudas.

Há dois tipos de bactérias causadoras de meningite que requerem mais atenção epidemiológica por necessitarem de Medicação de bloqueio (quimioprofiaxia) para os contatos íntimos do caso índice. São as meningites provocadas por Meningococos (Neisseria meningitidis) e por Haemophilus influenzae. Apenas a meningite por menigococos (Neisseria meningitidis) é capaz e provocar surto em tais cricunstâncias.

O caso ocorrido com a criança godofredense foi diagnosticado como Meningite Pneumocócica (situação confirmada hoje à tarde após contato com o médico assistente que atestou o óbito da criança). De acordo com Ministério da Saúde este tipo de meningite não requer de quimioprofilaxia de bloqueio e sua prevenção já faz parte da rotina de saúde das
unidades básicas de todo o país, através da vacina Pneumocócica 10-Valente que faz parte do Calendário Nacional de Vacinas, assim como faz parte ainda as vacinas contra o H. influenza (penta Valente) e o Meningococo (Meningocócica C conjugada). Dessa forma, não há motivos para alarde como foi postado irresponsavelmente por pessoas que não conhecem o problema e acabam provocando pânico à população em grupos de whatsaap. Todas as medidas epidemiológicas para o caso já estão sendo tomadas de acordo com os protocolos do Ministério da Saúde.

É com pesar pela lamentável perda da família que pedimos à população que adotem as medidas gerais de prevenção para este tipo de doença que são: manutenção da vacinação da criança em dia, conforme calendário nacional de vacinação; boa higiene pessoal dos filhos;alimentação saudável para as crianças, inclusive com aleitamento materno pelo períodopreconizado; evitem aglomerações em locais sem ventilação.

Diante de um caso suspeito de meningite procure o serviço de saúde mais próximo.

Atenciosamente,

Secretaria Municipal de Saúde de Godofredo Viana.

Veja ainda

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração