quarta-feira, 24 de outubro de 2018

A prefeita Fernanda Gonçalo (PMN) iniciou uma verdadeira “caça as bruxas” no município de Bacabeira.

A esposa do médico Hilton Gonçalo (Avante), que comanda a cidade vizinha de Santa Rita, já está de olho em 2020, quando tentará renovar o mandato, e por conta disso está descumprindo acordos firmados com aliados que ajudaram a elegê-la, em 2016.

O alvo preferencial da perseguição tem sido servidores ligados à vereadora Kellyane Calvet (PMB), filha do ex-prefeito Reinaldo Calvet.

Kellyane é vista, hoje, pela prefeita e seu marido como uma adversária forte a ser batida, uma vez que no pleito do último dia 07, concorrendo ao cargo de deputada estadual, mostrou prestígio ao derrotar o cunhado de Fernanda, Ariston Ribeiro (Avante), atual vice-prefeito de Santa Rita.

A prefeita exonerou do cargo de coordenadora de programas e projetos da prefeitura bacabeirense Marlyanny Cristhine Pereira Oliveira, que é cunhada da vereadora.

Também mandou demitir Yan Alisson D’eça Mendes, que exercia o cargo de coordenador municipal de Juventude.

Ele é afilhado da atual secretária municipal de Educação, Olga Maria dos Santos Pereira Calvet, mãe de Kellyane e esposa do ex-prefeito.

Para tentar falsear o cenário, a prefeita adotou uma medida nada comum. Baixou decreto concedendo a Célio Teixeira de Almeida, secretário municipal de Administração e Planejamento, poderes para prover os cargos públicos e expedir atos referentes à situação funcional dos servidores, que inclui nomeação, exoneração e procedimentos similares.

Pró-Tempore – Esta semana, Fernanda Gonçalo mandou mais um recado para família Calvet.

Designou a servidora Ivanildes Rêgo, que é reside em Icatu, para exercer cumulativamente, na forma pró-tempore, o cargo de secretária municipal de Educação em substituição a Olga Maria, que está de férias.

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração