terça-feira, 25 de setembro de 2018



Sem conseguir ultrapassar a casa dos 5% da preferência do eleitorado, de acordo com todas as pesquisas de intenção de voto divulgadas até o momento, a candidata do PSL ao governo do Maranhão, Maura Jorge, realizou ontem, em São Luís, uma coletiva de imprensa na qual anunciou absolutamente nada.

Antes do ato, Maura divulgou nas redes sociais e grupos de mensagem banner no qual afirmava que “revelaria fatos esclarecedores que poderiam mudar a eleição nesta reta final”.

No entanto, a ex-prefeita de Lago da Pedra não apresentou nenhuma novidade.

Disse que está sendo perseguida pelo grupo do governador Flávio Dino (PC do B), numa referência a uma ação de impugnação de registro de candidatura proposta pelo ex-presidente da Central de Licitação do Estado e candidato a deputado estadual, Odair José.

Ilustrou a referida perseguição citando, ainda, uma ação que tramita no Tribunal de Justiça na qual ela é acusada de ato de improbidade administrativa no período no qual administrou Lago da Pedra.

E afirmou que mantém sua candidatura, afastando qualquer possibilidade de renúncia.

Ou seja, nenhum fato esclarecedor que poderia mudar o rumo da eleição foi apresentado.

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog