sexta-feira, 22 de junho de 2018


Uma verdadeira confusão. Assim está sendo considerada a situação política no município de Governador Nunes Freire. Entenda situação.

Na última terça-feira (19) a justiça decretou o afastamento do prefeito do município, Gago (PT), por não ter condições físicas de ocupar o cargo, após sofrer um AVC e ficar 6 meses de licença.

Assim, o natural sucessor do prefeito, o vice-prefeito da cidade Josimar da Serraria, o mesmo que entrou com o recurso para que o prefeito não reassumisse o mandato, tomou posse nesta quarta feira (20), após a câmara ser notificada da decisão judicial.

Vale lembrar que o presidente e o vice-presidente da Câmara de Vereadores daquela cidade sumiram, fazendo com o que 1º secretário da Casa Legislativa, vereador João Costa, convocasse a sessão para empossar o vice-prefeito como prefeito interino.

Só que aí surge a reviravolta.

O presidente da Câmara, vereador Luís Fernando Pereira, conhecido como Fernando do PT, reapareceu e anulou a sessão que tinha empossado Josimar da Serraria, alegando ilegalidades na sessão conforme determinação judicial.

No diário oficial, o presidente da Câmara diz que “a Sessão Extraordinária que culminou na Sessão Solene de posse do Vice Prefeito Municipal, se deu em flagrante desrespeito ao Regimento Interno da Câmara Municipal e Lei Orgânica Municipal, padecendo de vício formal de tramitação, pois ao ser realizada tal sessão não foi devidamente observado as normas previstas no Regimento Interno desta Casa, afrontando de forma direta os Princípios da Legalidade e Publicidade os quais devem pautar todos os atos da administração”, diz o decreto.

Além disso, o vereador ainda afirma que “deve ser reconhecida a ilegalidade da realização da referida Sessão Extraordinária convocada pelo Vereador JOÃO COSTA NUNES FILHO, pessoa que chama de ilegítima e sem atribuição de competência para a realização de tal ato”, finaliza antes de anular a sessão.


Não bastasse isso, o nobre presidente da Câmara ainda decretou ponto facultativo no município no dia seguinte para assistir a copa para não dar posse ao vice-prefeito como prefeito interino.

Para muitos, isso configura que ele realmente não quer dar posse ao vice-prefeito, ancorando as denúncias de que não quer fazer por ser cunhado do prefeito afastado.


Quanta confusão!

Aguardem os próximos capítulos dessa novela…

Do Portal Até Hoje

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração