sexta-feira, 6 de abril de 2018

Complexo Cultural do Bumba-meu-boi pode se tornar Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.
O primeiro passo para o reconhecimento internacional concedido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) foi dado nesta quinta-feira (5) com a entrega do dossiê de candidatura do bem cultural ao Ministério das Relações Exteriores (MRE).

A cerimônia de entrega teve a presença da secretária executiva do Ministério da Cultura, Mariana Ribas; a presidente do Iphan, Kátia Bogea; o diretor do Instituto de Patrimônio Imaterial, Hermano Queiroz; e o superintendente do Iphan no Maranhão, Mauricio Itapary.

O dossiê de candidatura foi entregue à diretora do Departamento Cultural do Itamaraty, ministra Paula Alves de Souza. A previsão é de que em 2019 o Comitê do Patrimônio Imaterial decida sobre a inserção do bem brasileiro na lista de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

Com uma decisão positiva, o Bumba-meu-boi vai se unir a Arte Kusiwa – Pintura Corporal e Arte Gráfica Wajãpi (2003), ao Samba de Roda no Recôncavo Baiano (2005), o Frevo: expressão artística do Carnaval de Recife (2012), o Círio de Nossa Senhora de Nazaré (2013) e a Roda de Capoeira (2014). Todos são bens brasileiros reconhecidos como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog