quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Prefeito Florêncio Neto
Um dos primeiros atos do vice-prefeito de Bacabal, Florêncio Neto, empossado na segunda-feira no cargo de prefeito da cidade, foi ajuizar uma ação em que pede o imediato afastamento do presidente da Câmara pelo prazo de 90 dias.

Edivan Brandão é o presidente da Câmara Municipal e foi por ato deste que o prefeito José Vieira foi afastado do cargo e Florêncio Neto empossado em seu lugar. É justamente contra ele que o novo prefeito se voltou na ação de improbidade administrativa com pedido liminar protocolada no final da tarde desta terça-feira (9).

A fundamentação do pedido é pelo fato da Câmara não ter recolhido ao Município os tributos devidos. Sim, a Câmara deve pagar tributos. Florêncio Neto afirma na petição que a Câmara foi notificada no mês de dezembro para fornecer a relação dos prestadores de serviços contratados com via a apurar quanto a Câmara deve ao Município e deu de ombros para o pedido.

Pelo que o Blog conseguiu apurar, na verdade a Câmara não recolhe o que deve desde a gestão da vereadora Regilda Santos como presidente. O mandato seguinte foi do vereador Manoel da Concórdia que também não teria pago nada, resultando num débito de mais de 80 mil reais.

Florêncio Neto quer ver esse dinheiro nos cofres da Prefeitura. E mais: quer que Edivan Brandão seja condenado pelo não pagamento mas antes seja afastado por 90 dias do seu cargo de presidente do Poder Legislativo Municipal

A medida é necessária, segundo Florêncio Neto, para garantir a investigação e acentua: “É preciso lembrar que o Réu é o Presidente da Câmara, ou seja, o primaz daquele Poder. É claro que poderá fraudar, ocultar e ou suprimir documentos impedindo a devida investigação”.

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog