quinta-feira, 16 de novembro de 2017



A técnica de enfermagem Domingas Leidyele foi brutalmente assassinada na manhã desta quinta-feira (16), na capital maranhense. Ela trabalhava no Hospital Carlos Macieira. O crime chocou os companheiros de trabalho de Domingas, segundo alguns, ela era conhecida por sua alegria, sempre em alto-astral.

Ela teria sido morta a facadas e o crime teria sido praticado pelo ex-companheiro da vítima, de nome João Batista dos Santos. Ele prestava serviços na portaria da UPA da área Itaqui-Bacanga.

O casal conviveu por 16 anos, estavam separados há cerca de três meses e em um minuto ele tirou a vida dela.

Segundo as informações apuradas, Batista não aceitava o fim do relacionamento e teria decidido tirar a vida da ex-companheira. Desde a noite de ontem, ele já estava circulando em uma motocicleta na região onde ela morava, Travessa Padre Madureira, no Bairro do Bom Jesus. 

Hoje pela manhã, ele adentrou a casa, pois tinha a cópia da chave e ficou esperando ela voltar da escola, onde tinha deixado os filhos do casal, para assim cometer o crime. Crianças essas que não vão mais ter a mãe.

São Luís parece viver uma onda de crimes contra as mulheres. Muitos casos de feminicídios são registrados quase que diariamente e estão assustando a população ludovicense.

Fonte Samir Ewerton



João Batista da Silva está foragido. Quaisquer informações que possam levar a sua prisão podem ser repassadas pelos números:

190 / 180 / (98) 99176 7142

ou pelo Disque denúncia: (98) 3223 5800 (Capital) / 0300 313 5800 (Interior)

0 comentários:

Postar um comentário

Nova Rádio Timbira

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog