quarta-feira, 11 de outubro de 2017



Uma reunião realizada no último dia 5 discutiu problemas enfrentados pelas crianças e adolescentes no município de Carutapera. Além do Ministério Público do Maranhão, que foi representado pelo promotor de justiça Luciano Ramos Canavarro Costa, o encontro também contou com integrantes do Conselho Tutelar, Centro de Referência de Assistência Social (Cras), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), Secretaria Municipal de Educação e gestores de escolas do município.

Foram trazidos à discussão três dos principais problemas enfrentados nas escolas de Carutapera: porte de armas, drogas e casos de automutilação de adolescentes.

Sobre a presença de armas e drogas nas unidades de ensino, os gestores foram orientados a encaminhar as denúncias ao Conselho Tutelar e à Delegacia de Polícia, para que sejam tomadas as medidas necessárias. Além disso, reforçou-se a importância dos vigias e guardas municipais lotados nas escolas, que são importantes agentes na identificação desses casos.

A Secretaria Municipal de Educação também deverá elaborar um código de conduta disciplinar para os alunos, uniformizando os entendimentos e medidas a serem tomadas.

Já os casos de automutilação, que têm afetado principalmente garotas na faixa dos 14 anos, deverão ser encaminhados ao Cras, Creas e Conselho Tutelar, para que seja feito o acompanhamento profissional das alunas. Além dos adolescentes, os órgãos também deverão estabelecer contato com as famílias. Outra deliberação foi pela realização de um ciclo de palestras nas escolas.

0 comentários:

Postar um comentário

Nova Rádio Timbira

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog