quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Após o susto que 17 cidades do Maranhão levaram ontem por volta das 9h45 com os abalos sísmicos que chegaram até 4,7 na escala Richter nos epicentros em Belágua e Vargem Grande, durante o período da tarde tivemos outras manifestações, mas em proporções bem menores ao ponto de não serem notadas, principalmente em São Luís, conforme informações de especialistas. O risco de novos tremores na capital do Maranhão pode ocorrer a qualquer momento, como alertam dois estudiosos do assunto.


Para o engenheiro de solo da Defesa Civil, Clóvis Sousa Filho, as possibilidades de novos abalos existem sim, mas bem menos acentuadas que os que ocorreram ontem. Porém, ele aconselha que as autoridades e a população devem ficar alertas.

“O solo é um elemento de engenharia muito pouco conhecido, então pode existir outro sim, mas estudos ainda precisam ser feitos sobre o caso”, diz o engenheiro.

Ele considera que as vibrações que ocorreram ontem assustaram em razão da população nunca ter visto coisa do tipo antes, mas explicou que os abalos não foram assim tão sérios.

Ele disse que o Maranhão com uma área característica sedimentada, onde há muita retirada de água do solo que vai realizando uma sedimentação de rocha, ou seja, ela vai se reacomodando.

Já o professor de geografia física da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), Luis Jorge Dias, alertou sobre as possibilidades de novos tremores de terra no Maranhão.

“O que aconteceu em São Luís foi um tremor de acomodação, ou seja, as rochas estão saturadas do peso que elas suportam do solo para baixo. E isso é muito comum em áreas sedimentadas, como é no Maranhão”, explicou.

Ele não descartou novos abalos secundários em decorrência do abaixamento da superfície, o que pode ocorrer a qualquer hora.

“Nós temos que ficar em alerta. É bom e interessante, inclusive, que as autoridades competentes, a exemplo do CREA, Defesa Civil, comecem a observar o que está acontecendo em determinados prédios, sobretudo em construção para ver se não comprometeu a questão mesmo das vigas, pilastras, de toda a sua estrutura, e aqueles que já estejam construídos, é interessante verificar o que foi afetado.”, orientou Jorge Luis.Os terremotos de ontem foram sentido em São Luís, nas cidades de Timon, Chapadinha, Urbano Santos, Presidente Vargas, Itapecuru Mirim, Pinheiro, Rosário, Icatu, Caxias, Codó, Bacabal, Grajaú, Miranda do Norte, Vargem Grande, São José de Ribamar e Belágua.

0 comentários:

Postar um comentário

Nova Rádio Timbira

SuperSportingBet

SuperSportingBet

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog