sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019


Flávio Dino e Josimar de Maranhãozinho

O deputado federal Josimar de Maranhão (PR) vai controlar um virtuoso orçamento no Governo do Estado.

O partido comandado por ele vai ter R$ 97 milhões de orçamento na Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima).

A nova secretária da pasta é a advogada Fabiana Vilar Rodrigues, sobrinha de Josimar. 


Felipe Camarão, Secretário de Educação

Ao que tudo indica Felipe Camarão, atual secretário de educação do Estado, será mantido no posto, bem como os secretários estaduais que vêm desempenhando um bom trabalho nas suas respectivas pastas, casos de Carlos Lula, na Saúde, Clayton Noleto, na Infraestrutura e Marcellus Ribeiro, na Fazenda.

Desta forma, Felipe Camarão confirmou que não concorrerá ao cargo de Prefeito de São Luís, em 2020. O nome do atual secretário de educação vinha sendo ventilado. Felipe disse que o foco é permanecer ao lado do governador Flávio Dino, trabalhando pela educação do Maranhão. Veja abaixo:

Amigos e amigas,

Nos últimos dias venho recebendo inúmeros questionamentos sobre possível candidatura para Prefeitura de São Luís, o que me faz escrever esta mensagem, para vocês, destacando que meu foco é continuar ajudando o governador Flávio Dino no grande desafio do Maranhão, que é a EDUCAÇÃO. Trabalho diuturnamente para garantir mais escolas, mais professores, melhor IDEB. São muitas ações para que tenhamos uma educação pública de qualidade, que não dá para desvirtuar meu foco sendo pré-candidato.

Conversei com o governador e decidi que o melhor caminho a seguir é continuar focado no trabalho educacional que venho executando, sob o seu comando. Retiro meu nome de qualquer especulação para futura candidatura à Prefeitura. O foco é educação para todos e não eleição!

Felipe Camarão



A Superintendência de Homicídio e Proteção à Pessoa – SHPP prendeu Rodrigo Dias Ferreira, de 24 anos, acusado de estuprar e assassinar Keyla Piedade Camelo, de 43 anos, em São Luís. A prisão suspeito ocorreu no Alto da Vitória, região Anjo da Guarda e foi em decorrência de um mandado de prisão temporária.

De acordo com informações, o corpo de Keyla foi encontrado com sinais de abuso sexual e estrangulamento, na manhã do dia 26 de dezembro de 2018 às margens da Avenida dos Portugueses.

Segundo as investigações do Departamento de Feminicídio, autor e vítima não tinham relação afetiva, no entanto o assassinato foi considerado feminicídio, pois teve violência sexual.

Os policiais do 5º Distrito Policial do Anjo da Guarda ajudaram na identificação do autor quando, por meio de fotografias, conseguiram testemunhas que viram Rodrigo passando com a vítima, em frente a um ferro velho, no dia do seu desaparecimento.

Contra o autor, há também um vídeo em que ele aparece com a vítima, no qual ela se esquivando às investidas dele que tenta pegar em sua cintura. Outra evidencia que leva ao acusado é o fato de que a bermuda usada por ele hoje, quando da sua prisão, é a mesma utilizada nas filmagens onde está com a vítima, à data do feminicídio.

A delegada Viviane Azambuja, responsável pelo Departamento de Feminicídio, acredita que Rodrigo foi rejeitado ao tentar manter algum tipo de relação íntima com a vítima e por isso a tenha estuprado e estrangulado, o que fez com a alça da própria bolsa dela, conforme fotografias e demais provas produzidas pela equipe policial do plantão da SHPP, quando o corpo foi localizado.


Uma criança identificada como Neivison Amorim Rodrigues encontra-se desaparecido,após cair numa área de mangue no povoado Santa Tereza no município Bequimão. Segundo informações dos familiares a criança saiu pra pescar e teria caído na maré consequentemente à água levou a criança que ainda não foi encontrada pelos familiares e populares.

A familia pede ajuda aos Bombeiros para fazer uma busca,já que os mesmos são capacitados para lidar com situações como essa.

Via Wellington Sérgio

O prefeito de Turilândia,Alberto Magno (PCdoB) parece que não tem andado pela cidade. E faz tempo. Por toda Turilândia tem mato, buraco, calçadas quebradas,animais soltos em avenidas e abandono sem fim. Na prefeitura nem ele nem ninguém parece enxergar isso.


“Hoje a gente tem vergonha quando chega uma visita em Turilândia. A gente tinha orgulho, mas hoje a cidade está abandonada, suja e feia. Elegemos esse prefeito duas vezes e ele faz isso com a gente? Não é justo”, afirma um morador da cidade que prefere o anonimato.

O abandono da cidade não está apenas nas ruas. A tempos o Blog publicou o desabafo de moradores, estarrecidos com situação dos animais em meio as ruas na cidade.

 

Turilândia já foi exemplo de pujança, progresso e cidade bem cuidada. Hoje vive, como já dissemos aqui, como aquele jogador de futebol que um dia foi craque e hoje joga apenas com o nome.

A cidade agora só é forte na propaganda da televisão (gastam uma fábula por lá) ou na defesa apaixonada dos que defendem o governo municipal para proteger o contrato e o emprego.

Parece uma história triste. E é!



O Ministério Público do Maranhão, por meio da 1ª e 2ª Promotorias de Justiça de Pinheiro, instaurou um inquérito civil para acompanhar a situação da barragem existente no Rio Pericumã. O objetivo é apurar os danos socioambientais e as responsabilidades pelos problemas recentes na barragem, que causaram alagamentos na zona urbana do município.

Uma das primeiras medidas tomadas pelos promotores de justiça Frederico Bianchini Joviano dos Santos e Laura Amélia Barbosa, foi o agendamento de uma reunião para a próxima quinta-feira, 21, na qual será discutido o tema. Foram convidados o prefeito de Pinheiro, os secretários municipal e estadual de Meio Ambiente, a secretária municipal de Assistência Social, a Defesa Civil Estadual e representantes dos atingidos pelos problemas na barragem.

Os membros do Ministério Público também requisitaram que a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) apresente cópias dos últimos relatórios de fiscalização da barragem do Rio Pericumã no prazo de 10 dias. A Sema também deverá informar sobre o cumprimento da Portaria n° 132/2017 da própria secretaria.

A portaria da Sema tem por base a Política Nacional de Segurança de Barragens e estabelece a periodicidade das fiscalizações, a qualificação dos responsáveis técnicos e o nível de detalhamento do Plano de Segurança de Barragem, das Inspeções de Segurança Regular e Especial, da Revisão Periódica de Segurança de Barragem e do Plano de Ação de Emergência.

À Sema e ao Município de Pinheiro foram solicitadas informações sobre as medidas emergenciais tomadas, em especial no que diz respeito ao amparo às famílias atingidas.

Foto: divulgação

Um acidente com vítima fatal foi registrado nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (20), em Alto Alegre do Maranhão. A vítima foi identificado como William Rodrigues da Silva, de 37 anos, e foi atropelado por uma carreta (Scania) por volta das 6h30. 

Imagens fortes do corpo após ser arrastado por carreta: vísceras expostas, perna e pé desmembrados .

Segundo informações de populares, William conduzia a motocicleta sentido Alto Alegre - Bacabal, na BR-316. Nas proximidades do povoado Urucuzal, com o mato das margens da rodovia alto e neblina na pista, ele foi surpreendido com a entrada abrupta de uma pessoa pista. 

Ao tentar desviar, perdeu o controle da moto, caiu na pista e foi atropelado por uma carreta. 

A Scania passou por cima, arrastando o corpo por aproximadamente 10 metros no asfalto. Willian morreu na hora e o corpo ficou estraçalhado. 

William era morador do Bairro Gerumenha, em Alto Alegre do Maranhão. 


Um micro-ônibus da empresa Diego Soares Transportes pegou fogo na madrugada desta quinta-feira (21), na BR 316, entre Cachoeira do Piriá e Santa Luzia do Pará. O ônibus é da cidade de Cândido Mendes e faz linha á cidade de Belém -PA . 

Não há informações do que teria motivado as chamas, segundo informações de um dos passageiros. Apesar do susto, não houve vítimas.

No vídeo, é possível ver as chamas tomando conta do veículo, que foi totalmente destruído pelo fogo. Veja:


quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Ex-prefeito de Raposa, Onacy Vieira Carneiro, 
mais conhecido como Paraíba
A juíza Rafaella Saif Rodrigues, da Comarca de Raposa, julgou parcialmente procedente pedido do Município de Raposa e condenou o ex-prefeito municipal, Onacy Vieira Carneiro (mais conhecido como Paraíba), por violação à norma do artigo 11, inciso VI, da Lei 8.429/92 (Lei de Improbidade Administrativa), durante sua gestão 2005/2012, por não prestar contas de recursos de convênio do “São João da Maranhensidade”.

A juíza aplicou ao ex-gestor as penalidades de suspensão dos direitos políticos pelo período de três anos; ao pagamento de multa civil de quatro vezes o valor da remuneração recebida pelo réu em junho/2007; à proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, pelo prazo de três anos; e ao ressarcimento integral do dano, equivalente ao valor de R$ 50 mil, com correção monetária (INPC) e juros de mora de 1,0%(um por cento) ao mês, desde a liberação do repasse pelo FNDE até a data do efetivo pagamento.

Consta na Ação Civil Pública de Obrigação de Fazer com Improbidade Administrativa e Ressarcimento ao Erário que o ex-prefeito celebrou Convênio (n.º 150/2007) com a Secretaria de Estado da Cultura, no valor de R$ 50 mil, para realização do “São João da Maranhensidade – 2007”. No entanto, não apresentou prestação de contas referente ao convênio, deixando o Município inadimplente para celebrar convênios com os órgãos do Governo Estadual, em novas administrações.

Na análise da questão, a juíza constatou que o Município de Raposa celebrou o convênio com o objetivo de preservação e dinamização do São João Maranhense, envolvendo na programação atividades como arraiais, festivais de comidas típicas, apresentações artísticas e manifestações populares mediante o repasse da quantia de R$ 50 mil. O valor foi empenhado e transferido para conta bancária do Município de Raposa.

Convênio – O convênio teve vigência de 22/06/2007 a 31/07/2007, cabendo a apresentação da prestação de contas dentro do prazo de sessenta dias. Mas, corrido o prazo sem a prestação de contas, o Secretário de Estado da Cultura expediu notificação dirigida ao gestor municipal para apresentar as contas dentro de dez dias. Certidão emitida, em 08/08/2013, pela Secretaria da Cultura, aponta a existência de inadimplências com as prestações de contas do convênio e ofício datado de 17/08/2016 informa que a prestação de contas do mencionado convênio fora reprovada.

Embora conste, nos autos, a proposta “São João da Maranhensidade 2007”, com orçamento, planilha de custo das premiações, termo de responsabilidade dos brincantes e dançantes, termo de compromisso e programação, não há nenhuma prova que o contido em tais documentos fora efetivamente executado.

“Frise-se que o requerido, na qualidade de administrador do Município, na época, tinha pleno conhecimento da obrigatoriedade de prestar contas dos recursos recebidos, já que tal dever é inerente a todo gestor da coisa pública e o descumprimento dessa obrigação legal implica em afronta ao princípio da publicidade, um dos norteadores da administração pública”, disse a juíza na sentença.

Conforme os autos, a omissão do ex-prefeito no cumprimento de seus deveres gerou, além de prejuízos à população, transtornos de natureza financeira e operacional, dentre eles a inscrição do referido convênio no cadastro de inadimplentes do Governo Estadual, impedindo o Município de celebrar novos convênios e gerando prejuízos incalculáveis à população de Raposa. Além de não ter prestado contas, não deixou nos arquivos da Prefeitura nenhuma documentação sobre o tal convênio, impossibilitando, a regularização da situação.

Quanto ao pedido de obrigação de fazer de prestação de contas, a juíza fundamentou, conforme o entendimento da jurisprudência, que falta legitimidade ao Município para propor ação de prestação de contas contra o ex-gestor, em nome próprio, uma vez que isso cabe somente ao Poder Legislativo local, com o auxílio técnico do Tribunal de Contas.


A Polícia Civil de Timon prendeu um homem identificado como Francisco das Chagas de Araújo de Sousa, foi preso na noite de terça-feira (19). A prisão foi em razãou em cumprimento a um mandado de prisão expedido pela 3ª vara criminal de Timon.

De acordo com a polícia, Francisco das Chagas, estuprou sua enteada durante 10 anos, sendo que ele começou a estuprar a vítima quando a mesma tinha 05 anos e só parou quando sua enteada completou 15 anos e denunciou o criminoso.

O criminoso foi condenado a 13 anos 09 meses e 14 dias de prisão pelo crime de estupro de vulnerável.

A prisão de Francisco das Chagas aconteceu em sua residência no povoado Pote, zona rural da cidade de Timon.



A Justiça condenou a 20 anos, 10 meses e 15 dias de prisão, em regime fechado, Wyltamar Costa da Silva. Ele é acusado pelo Ministério Público de ter executado o ex-prefeito da cidade de Buriti Bravo, João Henrique Leocárdio, em 10 de março de 2005.

Segundo a Justiça, o crime foi premeditado e motivado por um acerto de contas. O corpo foi encontrado ao lado do carro de João Henrique, em uma estrada do município. Próximo ao corpo havia um revólver calibre 38 com quatro cápsulas intactas e uma deflagrada.

Após o crime, o Ministério Público do Maranhão denunciou o ex-prefeito de Buriti Bravo, Wellington de Jesus Fonseca Coelho, Antônio Marcos Alves da Costa e Wytamar Costa da Silva. Em 2017, o processo seguiu apenas em relação a Wytamar Costa, após a morte dos outros dois denunciados.

Na sentença desta segunda (18), o juiz José Ribamar Goulart Heluy Júnior aumentou a pena por alto grau de reprovação da conduta, envolvendo a premeditação do crime e acertos entre os envolvidos. O magistrado também destacou o cumprimento imediato da pena e negou a Wytamar o direito de recorrer em liberdade.


Duas pessoas, um jovem e um idoso, morreram após serem atingidas por um raio no povoado Baixo do Jatobá, no interior de Buriti (MA), no início da noite desta terça-feira 19. JOSÉ SANTOS MACEDO, de 60 anos, e DENILSON RODRIGO DE SOUSA CHAGAS, de 19 anos, estariam abrigados embaixo de um pequizeiro, região de Chapada, quando, por volta das 18h, foram atingidos por um raio e acabaram morrendo. Chovia no local pela ocasião da fatalidade.

Assim que os corpos foram encontrados foi acionado o pedido de ajuda e um carro da Secretaria Municipal de Saúde os levou para o Posto de Saúde Oswaldo Faria, no centro da cidade, para os procedimentos cabíveis. Lá foi confirmada a morte das vítimas. 

Ambos eram naturais de Buriti e moram em povoados próximos. 


Via Mídia São Luis


O corpo de um homem foi encontrado enterrado em uma cova rasa no povoado Retiro, na zona rural do município de Viana

O cadáver foi descoberto por volta das 14h40 dessa terça-feira (19). A vítima Josenilson Aires Gaspar, de 30 anos, tinha saído de casa na noite de segunda-feira (18). Após sentirem a falta dele, parentes o procuraram e encontraram apenas o cavalo de Josenilson sozinho.

O pai da vítima resolveu, então, procurar pelo lho no matagal e deparou-se com a cova. Uma equipe do 36° BPM foi acionada e constatou o achado cadavérico.

A vítima estava sem roupas e com uma perfuração na perna esquerda e na cabeça, aparentemente, de arma de fogo.


Um professor do Colégio Universitário (COLUN), que não teve a identidade revelada, teria assediado estudantes, segundo denúncias.

A Universidade Federal do Maranhão (UFMA) se pronunciou por meio de nota sobre o caso.

A Ufma disse que está investigando os relatos, e que o docente foi afastado, devido à gravidade da situação.

No Twitter, vários estudantes se pronunciaram e cobravam providências da universidade por meio das hashtags #ColégioNãoéLugardeAssédio,
#AssédioNoColunNão, #CadêTuaVozUFMA, #ReprovadoSóOTeuAssédio.

Leia a nota na íntegra:

“Diante da denúncia de assédio que circula em mídias sociais, envolvendo um docente e estudantes, a Reitoria da Universidade Federal do Maranhão informa que as providências legais cabíveis no âmbito da instituição já foram tomadas, em atenção aos trâmites previstos para ocorrências dessa natureza.

A denúncia, portanto, já está sendo devidamente averiguada por meio do Processo Administrativo Disciplinar, e o professor, afastado, com o escopo de garantir a efetividade das investigações. Reforçando seu compromisso com a verdade e a justiça, a UFMA reitera que repudia veementemente qualquer prática de assédio e que considera essa prática inadmissível em quaisquer circunstâncias e locais.”

Com informações do Imirante.com


O homem identificado como Carlos Pantoja da Silva foi preso na noite de segunda-feira (18), na cidade de Açailândia, a 562 km de São Luís. Ele é acusado disparar vários tiros contra sua ex-companheira Caroline Nunes do Nascimento, de 19 anos, e a filha Maria Clara Nunes Pantoja, de 2 anos, em janeiro deste ano, em Marabá. Em seguida, ele fugiu para o Maranhão.


A criança foi ferida com um tiro que entrou perto do ouvido e saiu pela bochecha. A mulher foi ferida no braço e ficou com a bala alojada. Ambas passaram por cirurgias e ficaram internadas após o crime.


A vítima e mãe da criança informou que ela convivia, há cerca de cinco anos, com Carlos Pantoja, com quem teve a filha. Há cerca de dois meses, por causa das várias agressões físicas e verbais, ela decidiu terminar o relacionamento. Após a separação, a mulher requereu medidas protetivas, que proibiam a aproximação de Carlos Pantoja, mas ele descumpriu a decisão da Justiça e tentou matá-la.

Identificado e denunciado à polícia


Carlos Pantoja teria sido identificado em um bar, no bairro Jardim Alah, em Açailândia, e denunciado à polícia. O delegado Regional de Açailândia, Murilo Lapenda, disse que, após tomar conhecimento da localização do acusado, uma equipe de dirigiu ao local para efetuar a prisão do mesmo.

Após ser preso, Carlos Pantoja foi levado para a Delegacia Regional de Açailândia. Após as formalidades legais, ele será recambiado para a cidade de Marabá, onde ficará preso e à disposição da Justiça.


O estudante Luis Magno Alencar Filho, de 17 anos,de Santa Luzia do Paruá, está desaparecido há 03 dias. Ele é filho da jornalista Luis Magno Alencar.


O jovem sumiu na manhã do último domingo (17) em Santa Luzia do Paruá. Segundo informações da família, Luis Magno Filho foi visto pela última vez em Zé Doca,na rodoviária local por volta da 10 da manhã e não retornou. 

Um boletim de ocorrência foi registrado pelo desaparecimento do Jovem. A prima de Luis Magno, Maynara Moraes em contato com o Blog do Neto Weba disse que a família está aflita e que espera que ele seja logo encontrado “Ele nunca fez isso de sumir sem dar notícias, não temos nenhuma ideia do que pode ter acontecido. Estamos aflitos mesmo e esperando que ele seja logo achado”, Disse Maynara. 

Qualquer informação pode ser repassada a família através do telefone (98) 9612-5058.
terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

A programação é gratuita e contempla toda a comunidade



A Cemar trabalhando para ser muito melhor para as famílias maranhenses vai contemplar os moradores de Santa Helena com uma super troca de lâmpadas comuns (incandescentes ou fluorescentes) por lâmpadas de LED novas e totalmente gratuitas. A Ação acontecerá durante os dias 20 e 21 de Fevereiro na Praça da Bandeira.


A troca de lâmpadas representa muito mais economia na conta de energia além da preservação do meio ambiente. Para participar é necessário levar até 5 lâmpadas velhas (incandescentes ou fluorescentes), em funcionamento.

A ação é destinada para toda a comunidade e será realizada na Praça da Bandeira,em Santa Helena nesta quarta-feira, 20, e vai até a próxima quinta-feira, 21.

Fique ligado nestas informações!

No momento da troca de lâmpadas o cliente deve levar:
A conta de energia elétrica ;sem débitos
Identidade (RG) e CPF;
Cartão com o Número de Inscrição Social (NIS) de um dos programas sociais (Bolsa Escola, Balsa Família, Vale Gás, Pró Jovens, etc);

É isso mesmo, você poderá trocar suas lâmpadas por outras novinhas e de baixo consumo!

Quando? Nos dias 20 e 21 de Fevereiro de 2019.

Onde? Na Praça da Bandeira em Santa Helena.

Horário? Das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Importante lembrar! As lâmpadas velhas deverão estar em funcionamento para fazer a troca. Lâmpadas queimadas ou quebradas não serão aceitas e cada cliente poderá trocar até 5 lâmpadas comuns por outras de LED.

Promovido pela Prefeitura de Santa Helena, a quarta prévia do ‘Carnaval da Alegria’ acontece neste domingo, dia 24, na Praça José Sarney, no Centro da cidade. Na programação, a banda local Swing da Veia e logo em seguida, como já é tradição desde o primeiro ano da gestão do prefeito Zezildo Almeida, haverá a participação especial do Bicho Terra.

O encontro de foliões de Santa Helena começa a partir das 20h com garantia de conforto, segurança e uma mega estrutura. A coordenação do evento está sob a chancela da Secretaria Municipal de Cultura. 

Para a temporada carnavalesca, uma vasta programação já foi previamente definida, com atrações de renome que farão a festa nos dias 02, 03, 04 e 05 de março no mesmo local.

Via Hora Extra

A verba foi recebida em Outubro de 2018, mas até o momento as creches estão sem funcionar em São Luis


O Sindicato dos Professores da Rede Municipal de Ensino – Sindeducação, teve acesso a dois termos de compromisso (números 201601203 e 201601560) assinados pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior, para o recebimento do valor de R$ 1,59 milhão de reais pela Prefeitura de São Luís, para a compra de toda a mobília das creches localizadas na Chácara Brasil (Turú) e Cidade Operária. Os extratos do Plano de Ações Articuladas (PAR), programa do Fundo Nacional de Desenvolvimento Educacional (FNDE), foram assinados, eletronicamente, pelo prefeito nos dias 16 e 18 de outubro do ano passado. A data limite para uso da verba é novembro desse ano.

A construção da Creche da Chácara Brasil foi concluída em 2018, mas até o momento não foi inaugurada pela Secretaria Municipal de Educação (SEMED), e prossegue com indícios de abandono, telhado com infiltração, forro caindo, falta de água e rede elétrica, dentre outros problemas. A comunidade da Vila Luizão, e adjacências, realizou diversos protestos na frente da creche, e denunciou o descaso, no último dia 14, ao Ministério Público Estadual (MPMA).

Se estivesse em funcionamento, beneficiaria cerca de 200 crianças em tempo integral. O prédio conta com 10 salas de aula; distribuídas com sala de multiuso; fraldário; cozinha; pátio coberto; sala para amamentação; área livre com parquinho e jardim; secretaria; sala de professores e direção; além de seis banheiros. 

A situação da Creche da Cidade Operária é mais grave. Os serviços de limpeza e pavimentação não foram concluídos até o momento. A parte interna da obra já está concluída desde o mês de outubro do ano passado, mas até o momento não há previsão para a conclusão dos serviços. Localizada na Avenida Leste da Cidade Operária, a obra está orçada em R$ 1,69 milhão de reais, e poderia atender até 376 crianças, residentes em um dos maiores bairros da Capital. 

Apesar da visita do prefeito, secretário de Educação, e de uma grande comitiva de assessores da Prefeitura, em novembro de 2018, o Município ainda não sinalizou se a creche, de fato, vai funcionar.

A Diretoria do Sindeducação lamentou o fato das creches não estarem em funcionamento, mesmo com a verba de aquisição do mobiliário no caixa da Prefeitura. “É dinheiro público. São nossos impostos indo pelo ralo, verdadeiro abandono com a coisa pública” frisou a presidente do Sindeducação, professora Elisabeth Castelo Branco.

O sindicato lembra, que não se tem notícia de que os equipamentos já estejam comprados, ou que uma licitação para a compra de tais objetos esteja em andamento. “Com a palavra a Prefeitura de São Luís”, exclamou a dirigente.

No extrato, estão discriminadas todos os bens móveis que devem ser adquiridos pelo gestor municipal, garantindo o início do funcionamento dessas unidades da primeira Infância. Na identificação, por exemplo, sugere-se que sejam adquiridos 64 berços com colchão; 48 colchonetes para repouso; 16 armários roupeiro em aço; 4 escorregadores com rampa; 24 cadeiras altas para alimentação de crianças; 20 bebedouros elétricos; 8 aparelhos de ar-condicionado; 8 fornos micro-ondas 30 litros; 4 espremedor de frutas cítricas, dentre diversos outros equipamentos, para imediato e total funcionamento dessas creches.

“Esperamos que o Município de São Luís tenha atendido ao que determina a lei, e comprado de fato os equipamentos, que, de boa-fé, acreditamos estarem guardados em depósitos da prefeitura”, sugeriu Elisabeth Castelo Branco.

No extrato, o gestor municipal se compromete a cumprir a Lei n.º 12.695/2012 e a Resolução FNDE n.º 14/2012, no que diz respeito a executar as ações elaboradas pelo Plano de Ações Articuladas – PAR. “Utilizar os recursos financeiros transferidos pelo MEC/FNDE, exclusivamente, no cumprimento do objeto pactuado, responsabilizando-se para que a movimentação dos recursos ocorra somente para pagamento das despesas previstas neste Termo de Compromisso ou para aplicação financeira, devendo a movimentação realizar-se, restritivamente, por meio eletrônico, no qual seja identificada a titularidade das contas correntes de fornecedores ou prestadores de serviço, sendo proibida a utilização de cheques, conforme Decreto n. 7.507/2011”, discorre o documento.

NOTIFICAÇÃO – O FNDE, através do Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle dos Repasses Federais do PAR, já notificou o prefeito da Capital maranhense, para prestar contas desse e de outros valores que, juntos, totalizam R$ 2,6 milhões de reais, referentes a quatro termos de compromissos assinados.

FNDE – O PAR é um dos fundos de financiamento dos 11 programas de repasse de verbas federais do FNDE para a Educação Pública brasileira. Em 2018, São Luís recebeu R$ 19,8 milhões do FNDE, referentes à quatro programas. Se o Município, por meio da SEMED, possuísse um setor de captação de Recursos e Planejamento, a Capital maranhense poderia ter recebido um volume maior de verbas.

O promotor de justiça Hagamenon de Jesus Azevedo inspecionou, no dia 13, as obras de do Hospital Francisca Melo. A reforma e ampliação da unidade de saúde foi acertada em um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado em março de 2017 pelo Ministério Público do Maranhão, Município de Santa Luzia do Paruá e Secretaria de Estado da Saúde (SES).

O prazo para a conclusão das obras é março deste ano, firmado em um aditivo do TAC, assinado em abril de 2018.

O TAC prevê que, no local do Hospital Francisca Melo, passará a funcionar o Hospital Geral para o Município de Santa Luzia do Paruá e região de Zé Doca. A unidade deve contar com 72 leitos, sendo 10 de UTI e atendimento a casos de clínica médica, cirúrgica, obstétrica, ortopedia e pediatria, conforme aprovado pela Comissão Intergestora Bipartite.

Até a conclusão das obras, a SES deverá adquirir todo o mobiliário, equipamentos, insumos e medicamentos para o funcionamento do hospital, além de providenciar a contratação de profissionais para compor a equipe médica e auxiliar.

De acordo com Hagamenon Azevedo, o prazo para conclusão das obras pode ser ampliado para mais 60 dias se for justificada a necessidade por parte do Estado do Maranhão. “As obras progrediram bem na fase atual, porém ainda faltam iniciar os trabalhos na parte hidráulica e elétrica. Estamos acompanhando atentamente a execução da reforma”.

Também participaram da vistoria o prefeito Plácido Holanda; o secretário municipal de Saúde, Gean Albuquerque; o secretário de Saúde de Presidente Médici e representante da Comissão Integradora Regional de Saúde de Zé Doca, Gil Lyon; os secretários municipais de Saúde de Governador Nunes Freire e Junco do Maranhão; e representantes da Secretaria de Estado de Infraestrutura.


A família de Luis Magno Alencar Filho, de 17 anos, procura por notícias do jovem que sumiu desde domingo (17) em Santa Luzia do Paruá. Segundo informações da família, Luis Magno foi visto pela última vez em Zé Doca,na rodoviária local por volta da 10 da manhã e não retornou. 

Ainda segundo a família, a última informação recebida por eles,Luis teria tentado efetuar a compra de uma passagem para São Luis. O jovem é morador de Santa Luzia do Paruá e cursava o segundo ano do Ensino Médio na Escola Lêda Tajra. 

Um boletim de ocorrência foi registrado pelo desaparecimento do Jovem. A prima de Luis Magno, Maynara Moraes em contato com o Blog do Neto Weba disse que a família está aflita e que espera que ele seja logo encontrado “Ele nunca fez isso de sumir sem dar notícias, não temos nenhuma ideia do que pode ter acontecido. Estamos aflitos mesmo e esperando que ele seja logo achado”, Disse Maynara. 

Qualquer informação pode ser repassada a família  através do telefone (98) 9612-5058.


A gestão do prefeito Sissi Viana, através da Secretaria Municipal da Saúde, realizou nesta ultima semana mais uma compra de medicamentos que servirão para o abastecimento da farmácia básica do município e da zona rural.

A prefeitura vem atendendo sempre a população que precisa dos medicamentos básicos e outros. A Farmácia Básica, no geral, faz o abastecimento dos postos de saúde no interior, distribuindo a eles os medicamentos que constam numa lista preconizada pelo Ministério da Saúde e alguns a mais.

“Os que forem até a farmácia, vão encontrar pessoas capacitadas para atender a todos, prestando assim, uma assistência farmacêutica para que todos saiam de lá com todas as informações para administrar o medicamento com total segurança. A saúde é uns dos principais compromissos firmado pelo prefeito Sissi Viana com a população godofredense”, disse o secretário Emanuel Coimbra.

As Polícias Civil do Piauí e do Maranhão e a PRF (Polícia Rodoviária Federal), em uma operação conjunta efetuaram a prisão de quatro indivíduos, identificados como Francisco da Silva Coelho Filho, Luís Carlos da Silva Coelho, Francisco de Assis Costa Filho e Regis Gomes Noronha Mota, este último advogado, acusados do crime de receptação, e apreenderam cargas roubadas avaliadas em R$ 1 milhão.De acordo com informações da polícia, as primeiras prisões ocorreram na última sexta-feira (15), no município de Caxias (MA), onde foram presos Francisco da Silva e Luís Carlos, acusados de terem conduzido caminhões com cargas de leite roubadas na cidade de Imperatriz (MA).

Na ação, Francisco da Silva relatou à policia que em um galpão em Caxias haveria uma carga de café roubada em Minas Gerais, que foi apreendida pelos policiais. As diligências da operação então avançaram para Teresina, onde, em uma empresa situada no bairro São João, foi apreendida uma carga de leite e café roubada e Francisco de Assis foi preso.

Na manhã de sábado (16), a policia apreendeu uma carga de leite em uma distribuidora de Timon (MA). A carga teria sido roubada no município piauiense de Valença há cerca de 10 dias. Ainda foi cumprido mandado de busca e apreensão em uma empresa do ramo de atacado situada na Avenida Presidente Kennedy, na zona Leste de Teresina, onde foi apreendido o restante da carga de leite e efetuada a prisão de Regis Gomes, por receptação.

A operação foi coordenada pelos delegados Tales Gomes e Daniel Pires. As prisões foram comunicadas ao Poder Judiciário e as investigações seguem em curso para determinar a participação de outros empresários na receptação das cargas roubadas.

Via Domingos Costa


Na tarde desta segunda-feira(18), a equipe da Defesa Civil do Maranhão -CEPDECMA, em articulação com a prefeitura Municipal de Godofredo Viana e empresa Mineração Aurizona (MASA) realizaram vistoria na Barragem de Rejeito do Vené com o intuito de verificar e atestar a situação de segurança atual da estrutura.

Participaram da vistoria o secretário municipal de Meio Ambiente,Kleber Freitas,o Chefe de Gabinete do município,Thiago Mota e representantes da Mineração Aurizona.

A Barragem do Vené, como é conhecida, está fora de operação deste 2015, quando a Mineração Aurizona entrou em período de suspensão temporária de suas atividades, e segue todas as determinações e práticas de segurança definidas pela Política Nacional de Segurança de Barragens (PNSB), além das recomendações estabelecidas pela Agência Nacional de Mineração (ANM).

Dentre as várias medidas de segurança adotadas no recente alteamento da barragem de rejeito medida que aumenta a capacidade de armazenamento da estrutura, que deverá voltar à operação em 2019,  foram identificados elementos como o vertedouro com sistema de fechamento, teste de rompimento de barragem no ponto mais vulnerável que acarretaria o deslocamento do material armazenado para a cava do mesmo empreendimento e, sobretudo, a ausência de edificações ou outras estruturas à jusante, o que garante com que, mesmo em caso de qualquer incidente, o material vazado eventualmente não atingiria nenhuma área com impacto humano ou ambiental.

Para o reforço dos mecanismos de segurança da Barragem do Vené, que ainda não se encontra em operação, estão previstas ainda ações como sistema de alarme, monitoramento de vídeo, sistema em tempo real de movimentação da barragem e visitas guiadas com a comunidade.

A Barragem do Vené utiliza o método de linha de centro para o alteamento, o que, somado ao fato de não possuir comunidades à jusante da estrutura reforça ainda mais a segurança da estrutura.

Para retomada da operação, a Barragem do Vené deverá passar ainda por fiscalizações e auditorias independentes e dos órgãos competentes, como a ANM, de forma a atestar plena condição de operação em total consonância com a Política Nacional de Segurança de Barragens (PNSB).

Facebook

Rádio do seu Coração