sexta-feira, 15 de março de 2019


O deputado federal Simplício Araújo (SDD) propôs através de proposta de projeto de Lei que sejam criados conselhos nas esferas federais, estaduais e municipais para a fiscalização do recebimento, aplicação e prestação de contas dos recursos oriundos de receitas de royalties provenientes de gás, petróleo e mineração.

O objetivo do Projeto de Lei é dar total transparência aos recursos destas importantes e valiosas reservas naturais que pertencem a nação brasileira, portanto, sendo de interesse de toda a sociedade.

Segundo Simplício Araújo, constantemente se registra movimentação de pagamentos referentes ao uso de reservas de gás, petróleo e minérios em diversos estados da federação, inclusive em alguns municípios são, em alguns casos, antecipados ou utilizados como contrapartidas sociais ou até compensações, sem que a sociedade saiba ou participe das decisões sobre a utilização dos recursos, fiscalize a execução financeira ou opine sobre como deve ser e para que deve ser utilizado os recursos.

Com o projeto, passariam a ter Conselho para fiscalização dos royalties o governo federal, como também os estados e os municípios que tem receita provenientes de royalties de gás, petróleo ou minério. Os conselhos teriam participação dos órgãos públicos em paridade com a sociedade civil organizada e com a presença de um membro das entidades empresariais representantes das empresas ou consórcios exploradores.

O Deputado também solicitou ao Ministro de Minas e Energia o relatório detalhado sobre todos os recursos recebidos por municípios brasileiros nos últimos dez anos com os devidos valores e a atual situação de uso destes recursos.

“A nossa intenção é levar transparência ao uso, monitoramento e prestação de contas destes importantes recursos, o povo brasileiro precisa ser beneficiado pelas obras e serviços que tem origem no dinheiro dos royalties das nossas riquezas naturais, mas também precisa acompanhar, opinar e cobrar eficiência, portanto somente através de um conselho com participação da sociedade civil organizada podemos garantir esse direito ao povo brasileiro”, disse Simplício Araújo.

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração