terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Treze suspeitos de roubar R$ 100 milhões
são presos em Santa Luzia do Paruá-MA
A Polícia Militar do Maranhão anunciou a prisão, na madrugada desta terça-feira (4), de 13 homens suspeitos de envolvimento no roubo de R$ 100 milhões de um centro de distribuição do Banco do Brasil, no dia 25 de novembro. Na ação, segundo a PM, três suspeitos morreram e outros três ficaram feridos.

O grupo foi preso no município de Santa Luzia do Paruá (a 370 km de São Luís) enquanto transportava em uma carreta parte do dinheiro roubado. A polícia também apreendeu metralhadoras e fuzis que estavam em poder dos homens.

A polícia também apreendeu malotes de dinheiro que podem pertencer ao Banco do Brasil,que segundo a policia quase 40 milhões de reais. O grupo estava fortemente armado e usava coletes a prova de bala. A polícia apreendeu 11 fuzis, duas metralhadoras calibre .50 de artilharia anti-aérea, duas pistolas e diversos coletes.

Os suspeitos foram levados para a Delegacia Regional de Zé do Doca (a 302 km de São Luís). Os presos devem ser transferidos ainda nesta terça para uma unidade prisional do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís.

O governador reeleito Flávio Dino (PC do B) afirmou que ficou impressionado com a quantidade de armas que estava em poder do grupo e disse que o combate às organizações criminosas deste porte necessita de ajuda do governo Federal.

“Impressiona o arsenal apreendido com a quadrilha de âmbito nacional presa nesta madrugada no Maranhão. São grandes organizações que exigem ações executadas pelo governo Federal, uma vez que ultrapassam as fronteiras (sic) de um único Estado”, comentou Dino, em sua conta do Twitter.

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração