quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Na terça-feira (6) por volta de 7h da manhã a Polícia Civil de Cocal, cidade do Norte do Piauí, interrompeu o velório de um bebê recém nascido, que não teve o sexo informado. O corpo do bebê foi periciado e a polícia investiga se a criança nasceu morta, se houve um aborto ou se o bebê foi morto pela mãe, que não foi identificada. A polícia foi acionada após uma denúncia anônima, que informava que um bebê estava sendo velado em uma caixa de papelão e iria ser enterrado no quintal de uma residência. 

A polícia se dirigiu ao local e interrompeu o velório, levando a caixa com a criança para a perícia. Segundo a delegada Daniella Dinali, a jovem escondeu a gravidez durante os noves meses. “A família questionava, mas ela negava. Ainda vamos ouvi-la para saber o que exatamente aconteceu”, explicou. A jovem se encontra internada em um hospital da cidade para a realização de uma cirurgia e não prestou depoimento à polícia.

A delegada Daniella explicou que tudo indica que a criança nasceu de parto normal. A polícia está aguardando o resultado da perícia. “Todos os exames já foram feitos e agora estamos fazendo as investigações para saber se foi um infanticídio ou se não houve crime nenhum”.

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog