quarta-feira, 28 de novembro de 2018

A Polícia Militar do Piauí vai apurar as circunstâncias da prisão do policial preso ao ser flagrado recolhendo dinheiro de agência bancária atacada por criminosos, em Bacabal (MA), no domingo (25).

Comando Geral da Polícia Militar do Piauí — Foto: Catarina Costa/G1 PI
A Polícia Militar do Piauí (PM-PI) abriu um processo administrativo contra o policial André dos Anjos Santos, preso ao ser flagrado recolhendo o dinheiro da agência do Banco do Brasil após o ataque de criminososno domingo (25), em Bacabal (MA). Ao G1, o comandante da PM, coronel Lindomar Castilho, informou que a Polícia Civil do Maranhão vai enviar informações sobre a prisão.

O policial, que é lotado no 13º Batalhão da Polícia Militar de Teresina, continua preso no Maranhão. “Já solicitamos informações para o delegado responsável pelo caso. O André não teve participação no assalto. Ele, juntamente com outras pessoas, pegou parte do dinheiro deixado pelos criminosos após o assalto”, informou o coronel Lindomar Castilho.

Dezenas de blocos de dinheiro foram recuperados pela polícia em Bacabal — Foto: Erisvaldo Santos/TV Mirante

“Foram naquela história de que achado não é roubado, mas pela lei não é assim que funciona. Isso é apropriação indevida, furto e ele vai responder à Justiça do Maranhão por isso. Aqui, como ele é um policial, vai passar pelo processo administrativo”, completou o comandante.

No momento da prisão, André dos Anjos informou aos policiais que é militar e que estava de folga, que estava na cidade para ministrar aulas de geografia. De acordo com o coronel Lindomar Castilho, as informações passadas pelo policial serão verificadas durante a investigação da polícia do Maranhão e durante o processo administrativo da corporação.

Entenda o caso


Agência do Banco do Brasil ficou completamente destruída após ataque dos bandidos em Bacabal — Foto: Reprodução/TV Mirante
Na noite do domingo (25) a agência do Banco do Brasil do município de Bacabal, no Maranhão, foi invadida por uma quadrilha fortemente armada. Durante a ação, os assaltantes incendiaram viaturas e tiveram confronto com a polícia.

Um suspeito foi preso e três foram mortos. Outras duas pessoas foram presas após terem entrado na agência para pegar cédulas que foram deixadas pelo crime.

Nessa segunda (26) a polícia começou a recuperar o dinheiro que foi levado pela população após o assalto da agência. Imagens divulgadas pela polícia mostraram uma montanha de dinheiro dividida em notas de R$ 2, 5, 10, 20, 50 e 100.

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração