sexta-feira, 2 de novembro de 2018


Passado o pleito presidencial, a deputada federal e senadora eleita pelo Maranhão, Eliziane Gama (PPS), resolveu se posicionar a respeito do novo cenário político que se desenha a partir da eleição de Jair Bolsonaro (PSL).


Ao defender o nome do governador Flávio Dino (PC do B) como um novo agente que pode “ser emprestado pelo Maranhão ao Brasil”, a parlamentar criticou o petismo de Lula, o classificando como “projetos hegemônicos que sempre pedem adesão e nunca aderem a nada”.

A reprimenda pública partiu do membro do diretório nacional do PT e ex-coordenador da campanha de Haddad no estado, Márcio Jardim.

“Senadora, desculpa, mas o PT te emprestou preciosos minutos no seu tempo de TV que, pra tê-lo, custou muito suor de sua militância, e não te pediu adesão a nada. Nem no segundo turno a senhora aderiu ao governador Flávio Dino no apoio a Haddad”, disparou.

Esta Eliziane…

Via Glaucio Eiriceira

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog