sábado, 13 de outubro de 2018

O líder sem-terra Aluisio Sampaio foi assassinado dentro da própria casa na tarde desta quinta-feira (11) em Castelo dos Sonhos a 1.726 quilômetros de Belém. O crime foi às margens da BR-163.De acordo com o jornal Folha do Progresso, ele foi morto com vários tiros na cabeça. Um dos assassinos teria sido preso e outro conseguido fugir.

Procuradas nesta sexta (12), a Polícia Civil e a Secretaria de Justiça do Pará afirmaram que não haviam recebido nenhuma informação sobre o caso.
Sampaio era do Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras da Agricultura Familiar (Sintraff) e não tinha relação com o MST. Sua organização, formada por posseiros, mantém uma disputa há anos uma área com grileiros da região.

O sindicalista estava ameaçado de morte. Em janeiro de 2017, ele publicou um vídeo no Youtube em que acusava três pessoas de conspirarem para matá-lo.

As pessoas citadas são o ex-prefeito de Novo Progresso Neri Prazeres, o presidente Sindicato dos Produtores Rurais de Novo Progresso, Agamenon Menezes, e outro sindicalista da região, conhecido como Dico.

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração