quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Rayane Paulino Alves foi morta após sair de uma festa no limite entre Mogi das Cruzes e Guararema

Crédito: Reprodução/Divulgação
Michel Flor da Silva, de 28 anos de idade, confessou ter assassinado Rayane Paulino Alves, de 16 anos, depois de ter oferecido carona para ela, no dia 20 de outubro, na saída de uma festa realizada em um sítio no limite entre Mogi das Cruzes e Guararema, no estado de São Paulo (SP).

A polícia prendeu o segurança na noite da última terça-feira, 30, e acredita que houve estupro. Entretanto, o homem afirmou que a relação sexual foi consensual, mas que depois a adolescente “surtou”.

Rayane foi à festa acompanhada de amigas e teria dito às meninas que precisaria voltar cedo, pois seu pai iria buscá-la. As garotas teriam acompanhado ela até um trecho da estrada e a vítima seguiu sozinha por um trecho e pegou carona com um motorista de aplicativo até a Rodoviária de Guararema.

De lá, ela pegaria um ônibus para Mogi das Cruzes, contudo, Michel Flor da Silva estava trabalhando na rodoviária como segurança e, ao vê-la sozinha, se ofereceu para levá-la até a casa dela, segundo o “G1”.

catracalivre


A Polícia Miltiar (PM) informou que na madrugada desta quarta-feira (31), bandidos fortemente armados tentaram assaltar o posto do Bradesco da cidade de Paulino Neves. Na ação, os crimonisos tentaram explodir o único posto do banco existente na cidade.

O delegado Rubens Santos, responsável pela região, informou que o grupo, composto por 10 pessoas, estava armado com um fuzil e tentou explodir a agência com uma dinamite.

De acordo com o delegado, simultaneamente o grupo que estava dividido tentou impedir a ação da polícia e efetuou vários disparos contra o delegacia e uma viatura que estava estacionada.


O deletgado cosntatou que os criminosos não conseguiram efetuar a explosão e fugiram sem levar nada. Um reforço de São Luís está sendo direcionado para o município para as investigações.

Demonstrando não ter muito o que fazer e ganhando um gordo salário de R$ 12.500,00, mais carro alugado a sua inteira disposição com combustível, motorista e assessor, o vice-prefeito Eudes Sampaio (PTB) protagonizou nesta segunda-feira, 29, mais uma patética cena que tem marcado sua carreira política.

No centro da cidade, o vice-prefeito inaugurou uma unidade da Loja Magazine Luiza, e com falta de semancol, ainda ousou discursar. ‘“É de grande importância a chegada de um dos maiores magazines do país, que é o Magazine Luiza, para Ribamar. A geração de empregos diretos e, consequentemente, o aquecimento da economia alavancam a própria geração de emprego e a renda para os munícipes”, comentou Eudes Sampaio, que teve que interromper o discurso após iniciadas as vaias de centenas de clientes que foram para aproveitar as promoções anunciadas pelo Magazine.

Do lado de fora, impaciente, um cliente gritou “Rasga daí, volta pro Ceará que lá que é o seu lugar!” se referindo ao vice-prefeito, que além de ocupar o cargo, é empresário e sempre que pode viaja para sua terra natal no Ceará.

Sem notícias de obras e ações da gestão municipal, a inauguração da Loja particular feita pelo vice-prefeito ganhou noticia e destaque na página oficial da prefeitura.

Blog do Maramais
A confusão foi registrada pelos próprios alunos da escola. (Foto: Reprodução)

Uma briga entre quatro alunas da Escola Estadual de Ensino Médio Deputado Raimundo Ribeiro de Souza, em Tucuruí, no sudeste paraense, protagonizou cenas violentas, e resultou em uma estudante desacordada e outras três feridas na manhã desta quinta-feira (25).
Segundo informações da direção da escola, as alunas envolvidas na confusão fazem parte de dois times de handebol rivais. Após partida entre ambos na última quarta-feira (24), duas alunas teriam provocado as demais, e no momento em que estavam entrando na instituição na manhã de hoje (25), iniciou-se uma discussão, o que deu início às agressões físicas. 
Um vídeo registrado por alunos da instituição mostra uma das meninas sendo violentamente agredida com socos, tapas e pontapés. Uma aluna chega a dar dois pisões no rosto de sua rival, que depois ficou desacordada e precisou ser atendida às pressas.
Uma colega da garota agredida tenta a defender, mas acaba sendo agredida também. Em outro registro, é possível ver a estudante sendo retirada desacordada do local onde ocorreu a confusão.
Veja o vídeo da aluna agredida desacordada:


POLÍCIA CIVIL

Em nota, a Polícia Civil informou que as quatro alunas envolvidas na briga têm idade menor que 18 anos. As duas agressoras foram levadas para a Delegacia de Atendimento à Criança e Adolescente (Deaca), sediada no Pró Paz Integrado de Tucuruí, e serão autuadas por ato infracional de lesão corporal contra as duas vítimas.

Já a vítima que acabou desmaiada, de acordo com a PC, foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento do município e segue hospitalizada. Depois de passar por vários exames na região da cabeça, a jovem está bem, mais segue no hospital ser recuperando. A previsão da família é que amanhã ela já receba alta médica nesta quinta-feira. (Antônio Barroso – freelancer)

Saiba mais

Desde ontem, circulam boatos pelas redes sociais de que a menina agredida teria morrido, mas tudo não passou de especulação. Pelo menos até ontem ela permanecia internada.

DOL
Projeto da MASA com aulões de zumba  têm inspirado mulheres para ter melhor qualidade de vida


AURIZONA - Na noite desta segunda feira (29) o ritmo, música, dança e informação tomaram conta do Salão da Marujada,e sensibilizou crianças, jovens e adultos para uma questão tão importante: a prevenção ao Câncer de Mama.


Os aulões de zumba que têm inspirado mulheres para ter melhor qualidade de vida fizeram com que ninguém ficasse parado, atentas as orientações da professora Narah Martins, a Nara, que com muita habilidade e maestria conduziu o momento cultural.

Para a professora Nara dançar é viver e a prevenção é sempre a melhor solução. “Que nós mulheres possamos sempre ficar atentas a saúde e manter sempre a autoestima”, frisou.


Paralelamente, pela Mineração Aurizona, a Dra. Iara Soares ministrou palestras educativas,sobre os objetivos do Outubro Rosa, campanha que visa conscientizar sobre a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama e promoveu sorteio de brindes aos participantes. O evento contou com apoio da Prefeitura de Godofredo Viana.

A doutora Iara, explicou que a iniciativa busca promover a conscientização do público feminino sobre os cuidados com a preservação da própria saúde.

Na palestra, Iara abordou medidas indicadas para a prevenção, tratamento e acompanhamento do câncer de mama, enfocando os exames necessários para um diagnóstico preciso, bem como os estabelecimentos de saúde que os realizam na rede pública.



Coopmar tinha contratos com 17 prefeituras maranhenses


Aconteceu na manhã desta quarta-feira, 31, a segunda fase da Operação Cooperare resultou na prisão preventiva de Gleydson de Jesus Gomes Araújo, Marcelo Antônio Muniz Medeiros, Raildson Diniz Silva, Marben Costa Bezerra, Hilda Helena Rodrigues da Silva, Carlos Alex Araújo Prazeres, Artur Costa Gomes, Peterson Brito Santos, Lucas do Nascimento e Aislan Denny Barros Alves da Silva. Outros dois mandados de prisão continuam em aberto.

Realizada pelo Ministério Público do Maranhão, por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Paço do Lumiar e do Grupo de Atuação Especial no Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), em parceria com a Polícia Civil e Controladoria Geral da União (CGU), a operação cumpriu 10 mandados de prisão de acusados por lavagem de dinheiro, organização criminosa e peculato. As prisões foram decretadas pelo juiz Ronaldo Maciel, da 1ª Vara Criminal de São Luís, com atribuição nos crimes de organizações criminosas.

A operação fez parte da investigação de irregularidades na contratação da Cooperativa Maranhense de Trabalho e Prestação de Serviços (Coopmar) pela Prefeitura de Paço do Lumiar, que rendeu R$ 12.929.170,11 à cooperativa.

A Coopmar, no entanto, tinha contratos com 17 prefeituras maranhenses, além da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem). O total de recursos movimentados pela entidade foi de R$ 222.919.681,14, conforme apurado na primeira fase da operação, em 2016. Na época, foram cumpridos mandados de busca, apreensão e de bloqueio de bens, autorizados pela juíza Jaqueline Caracas, da 1ª Vara de Paço do Lumiar.

Relatórios técnicos da Assessoria Técnica do Ministério Público e da Controladoria Geral da União (CGU) constataram que a COOPMAR não possuía os requisitos necessários para ser classificada como cooperativa de trabalho, funcionando, na prática, como uma empresa privada.

Posteriormente, a Coopmar mudou de nome para Cooperativa Líder de Trabalho em Apoio às Administrações Públicas Municipais (Lidercoop), com o objetivo de firmar novos contratos e continuar a prática de delitos, além de tentar escapar das ações judiciais.

INVESTIGAÇÃO

As investigações apontaram que cerca de um terço dos valores movimentados teriam sido desviados pela organização criminosa e que a quadrilha investia os recursos públicos desviados em outras empresas, que serviam para a lavagem de dinheiro. É o caso da Agropecuária Bela Vista, de Gleydson de Jesus Gomes Araújo, considerado o líder do esquema, e Marcelo Antônio Muniz Medeiros, que recebeu cerca de R$ 3,5 milhões da Coopmar.

Gleydson Araújo também teria determinado a substituição do HD do computador da Coopmar, evitando que os dados da empresa fossem conhecidos no caso de uma operação de busca e apreensão. Ele também tinha a intenção de distorcer e mascarar os dados a respeito da cooperativa a ser apresentados à CGU.

Já Raildson Diniz Silva, primo de Gleydson Araújo, possui duas empresas que receberam quase R$ 900 mil da cooperativa e atuam como franquias. Uma delas, de uma marca de relógios, possui quiosques em São Luís-MA, Fortaleza-CE, Belo Horizonte-MG e Contagem-MG. Outras duas franquias também foram utilizadas no esquema de lavagem de dinheiro, além de uma loja de veículos pertencente a Aislan Denny Barros Alves da Silva.

Já se descobriu que os recursos foram aplicados, também, em 10 veículos, mais de 300 animais, entre outros bens ainda ocultos.

Também preso, Marbem Bezerra era um dos principais operadores da Coopmar, responsável por arregimentar cooperados. A mesma função de Artur Costa Gomes e Raildson Silva, que atuavam no aluguel de imóveis, representando a Coopmar em licitações e como elo com prefeituras com as quais a cooperativa mantinha contratos.

Hilda da Silva atuava na montagem de documentos, aproveitando-se da experiência adquirida em outras cooperativas. Cabia a ela confeccionar a documentação que a Coopmar entregaria à CGU, em parceria com Artur Gomes e Raildson Silva.

Já Carlos Alex Prazeres era o responsável pelo setor financeiro da cooperativa, com poder de movimentar contas bancárias, emitir e endossar cheques da entidade. Também foram presos o gerente do Banco do Brasil Peterson Santos, que operava no sistema bancário de forma decisiva para a lavagem de dinheiro da organização criminosa, e Lucas do Nascimento, “laranja” de Raildson Silva.




Uma mulher, identificada como Francineide Francisca Nascimento, de 36 anos, foi assassinada com várias facada pelo ex-marido na cidade de Bacabal. O crime ocorreu por volta de 22h30 de terça-feira (30) na Rua 11 de outubro, no bairro Novo Bacabal.

De acordo com a filha de Francineide, a mãe estava com medida protetiva determinada pela Justiça contra o ex-marido, e já tinha registrado vários boletins de ocorrência contra o mesmo.

A arma usada para cometer o crime, uma faca de cabo branco, usada por açougueiros, foi apreendida no local.

Pelas informações passadas ao blog, Iramar Ferreira da Silva, após matar a ex-esposa, recorreu ao suicídio por enforcamento. Iramar também morava no mesmo bairro.


Uma mulher, de 33 anos, morreu na manhã desta terça-feira (30), depois de ser baleada por vários tiros na Rua Vicente Benigno, aBairro Novo Seringal, em Pedreiras (MA).

De acordo testemunhas que preferiram não se identificar, o crime aconteceu às 6h30, no momento em que a vítima retirava a motocicleta para levar sua filha, uma criança para á escola; dois homem em uma motocicleta se aproximaram e um deles disparou cerca de 13 tiros contra a mulher. As balas atingiram o braço e a região torácica. A vítima foi identificada como Rosileide Granjeiro Souza, mais conhecida pelo apelido de “Lêda”. O corpo foi levado para o Hospital Geral de Pedreiras, onde deu entrada às 6h50, já sem vida.


Residência da vitima

Lêda era companheira do açougueiro Taumaturgo, assassinado no dia 8 de abril de 2014. Ela estava na garupa da moto trafegando na região da Santinha em Pedreiras, quando o marido foi alvejado a tiros.

A polícia civil e a polícia militar estiveram no local do assassinato e no hospital realizando os primeiros procedimentos.

A 14ª Delegacia Regional de Pedreiras deve investigar o caso.



Aconteceu na manhã desta quarta-feira, 31, a segunda fase da Operação Cooperare, que investiga irregularidades na contratação da Cooperativa Maranhense de Trabalho e Prestação de Serviços (COOPMAR) pela Prefeitura de Paço do Lumiar.

Deflagrada pelo Ministério Público do Maranhão, por meio da 1a Promotoria de Justiça de Paço do Lumiar e do Grupo de Atuação Especial no Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), em parceria com a Polícia Civil e Controladoria Geral da União (CGU), a operação cumpriu mandados de prisão preventiva de Gleydson de Jesus Gomes Araújo, Marcelo Antônio Muniz Medeiros, Raildson Diniz Silva, Marben Costa Bezerra, Hilda Helena Rodrigues da Silva, Carlos Alex Araújo Prazeres, Artur Costa Gomes, Gedian Lima de Macedo, Peterson Brito Santos, Lucas do Nascimento e Aislan Denny Barros Alves da Silva. Os acusados foram denunciados por lavagem de dinheiro, organização criminosa e peculato.

INVESTIGAÇÃO

A primeira fase da Operação Cooperare aconteceu em 2016. Durante as investigações, foi apurado que a COOPMAR, ao longo de três anos, recebeu repasses de 17 prefeituras e também da Federação das Administrações Municipais do Estado do Maranhão (Famem), da ordem de R$ 230 milhões.

Desse total, R$ 12.929.170,11 foram creditados pelo Município de Paço do Lumiar.

Relatórios técnicos da Assessoria Técnica do Ministério Público e da CGU constataram que a COOPMAR não possuía os requisitos necessários para ser classificada como cooperativa de trabalho, funcionando, na prática, como uma empresa privada.

Na época, foram cumpridos mandados de busca, apreensão e de bloqueio de bens, autorizados pela juíza Jaqueline Caracas, da 1ª Vara de Paço do Lumiar.


Em seu discurso, o governador Flávio Dino parabenizou os formandos e reafirmou o compromisso da segurança pública com a proteção dos cidadãos maranhenses.

Mais 1.105 novos policiais militares passam a integrar as forças de Segurança Pública do Maranhão. Em solenidade realizada na manhã desta terça-feira (30), no Multicenter Sebrae, com a presença do governador Flávio Dino, os soldados oficializaram o ingresso na Polícia Militar com a formatura no Curso de Nivelamento Técnico Profissional.

A aprovação no curso é o último requisito para os que adentram a corporação via concurso público. O certame foi realizado pela atual gestão em 2017 e os policiais já foram nomeados, reforçando o efetivo da segurança pública em todas as regiões do estado.

Com o novo ingresso, o sistema de Segurança atinge a marca de 15 mil agentes, a maior tropa da história do Maranhão. “Nós acreditamos que a melhoria do Sistema de Segurança necessariamente deriva da ampliação de recursos humanos e de meios materiais. Esse caminho tem produzido resultados e nós vamos perseverar nele, apesar das dificuldades fiscais profundas que o Brasil atravessa”, declarou o governador Flávio Dino.

Em seu discurso, o governador Flávio Dino parabenizou os formandos e reafirmou o compromisso da segurança pública com a proteção dos cidadãos maranhenses. “A paz verdadeira é fruta da justiça. Vocês que hoje adentram a polícia do Maranhão são soldados da paz e, por isso, soldados da justiça. São servidores públicos que garantem que a lei proteja a todos”, afirmou.

O secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, explica que, desde 2015, o Sistema de Segurança do Estado já recebeu o reforço de mais de quatro mil agentes. Os formandos devem agora seguir para os seus novos postos, na capital e interior. “Quase todos os municípios irão receber reforço policial, para qualificar a nossa intervenção. Precisamos equilibrar o sistema em todo o estado, e isso será feito garantindo o posicionamento estratégico da tropa, para somar com quem já está em exercício nas forças de segurança e, cotidianamente, reduzindo os índices de violência”, garantiu.

Sonho realizado

Natural do Ceará, o soldado Renan Martins realizou um sonho de infância: se tornar policial militar. Com a aprovação no concurso, Martins comemora a possibilidade de uma nova vida para ele e para a família. “É um momento impar que estou vivendo. Desde 2015 tento ingressar na polícia e consegui essa oportunidade no Maranhão. Vou dar estabilidade financeira à minha família e proporcionar mais conforto a eles. Agradeço ao Estado por me oferecer essa oportunidade”, garantiu.

Também formando, o soldado Rafael Goveia exaltou a gestão do governador Flávio Dino por continuar realizando concursos públicos, mesmo em momento de crise no país. “Nessa situação que a gente vive hoje, de muito desemprego no Brasil, o concurso abre oportunidade para muitos jovens, seja na polícia ou em qualquer outro setor público. Com muito estudo consegui entrar e estou aqui para servir a sociedade”, comemorou.

Investimentos em segurança

Para combater os índices de violência em todo o estado, o governador Flávio Dino investiu na reestruturação do sistema de segurança. Além da ampliação do efetivo, que também foi reequipado com novos armamentos, foram adquiridas mais de 1000 novas viaturas policiais, reforçando o patrulhamento em todo o estado.

Com a mudança, São Luís saiu da lista das 50 cidades mais violentas do mundo, segundo estudo da organização de sociedade civil mexicana Segurança, Justiça e Paz (referente a 2017). Os novos investimentos também permitiram a redução de 40% na taxa de homicídios na capital.



MARANHÃO – Será lançado nesta semana o edital para inscrição no processo seletivo para ingresso de alunos em uma das nove unidades plenas do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), localizadas nos municípios de Axixá, Bacabeira, Brejo, Cururupu, Matões, Pindaré-Mirim, São Luís (Centro), Itaqui-Bacanga e Timon. Para o próximo ano, o Governo do Estado está ofertando 1.260 vagas para os jovens que desejam cursar ensino médio técnico integrado à educação profissional em uma das unidades plenas do Iema.

De acordo com o reitor do Instituto, Jhonatan Almada, o Iema segue na missão de democratizar o acesso à educação profissional. “Entramos em uma nova fase com a oferta de novas vagas, em seguida teremos o resultado e a divulgação do período de matrículas dos estudantes e isso nos estimula muito porque significa que o Instituto continua em sua trajetória de desenvolvimento e consolidação”, destacou o reitor.

Além das unidades de São Luís, Bacabeira e Pindaré-Mirim, que completaram o primeiro ciclo de funcionamento, este ano os municípios de Brejo, Cururupu e Matões, receberão os novos alunos para o segundo ano de atividades.

O diretor de Ensino do Iema, Elinaldo Silva, informou que a abertura de vagas é um momento de grande expectativa. “O Iema está preparando tudo para receber os novos estudantes e também para que esses alunos cheguem a essas unidades e tenham um maior conforto e a melhor aprendizagem possível”, disse.

Os candidatos deverão ter total disponibilidade de 2ª a 6ª feira para a jornada escolar em tempo integral de dez horas diárias, das 7h30 às 17h. Refeições e descanso serão feitos na própria escola onde farão curso técnico integrado ao ensino médio. Ao final do curso, o estudante concluirá simultaneamente a habilitação profissional técnica e o ensino médio.

As inscrições serão efetuadas exclusivamente via internet, no endereço eletrônico www.iema.ma.gov.br, mediante preenchimento de formulário eletrônico de inscrição, conforme cronograma do processo seletivo.


O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) mal acabou de comemorar a vitória e já recebeu um pedido de R$ 28 bilhões dos prefeitos. Esse dinheiro deveria ter sido transferido pelo governo federal aos municípios para a conclusão de milhares de obras paradas, mas a União costuma postergar o repasse desses recursos para o ano seguinte.

O presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Glademir Aroldi, já se reuniu cinco vezes com a equipe de Bolsonaro e vai retomar o diálogo nos próximos dias. “São restos a pagar da União, que nós chamamos de restos a receber”, diz Aroldi, que vê no novo governo uma preocupação em resolver o problema.

Em seu discurso após a divulgação do resultado das urnas, Bolsonaro disse que as pessoas vivem nos municípios e que “os recursos federais irão diretamente do governo central para os Estados e municípios.”

Além dos recursos para concluir obras paradas, a CNM negocia outras mudanças como por exemplo a chamada “transferência fundo a fundo”, no qual o recurso federal é depositado diretamente em uma conta bancária da prefeitura. Com isso, seriam eliminados os trâmites burocráticos hoje existentes nos ministérios responsáveis pela obra e na Caixa, que atua como agente financeiro.

Outro item da pauta é o reforço da União no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb) e a própria continuidade do fundo, previsto para acabar em 2020. Os prefeitos querem ainda assento nos diversos conselhos do governo federal e um diálogo permanente.

Esses pedidos convergem com ideias em discussão na equipe de Bolsonaro. Segundo um colaborador, a ideia é mesmo fortalecer as prefeituras para que elas liderem a retomada da atividade econômica e do emprego.

A nova divisão de recursos e responsabilidades seria amparada numa nova lei complementar, que já está em estudo. Ela regulamentaria o artigo 23 da Constituição Federal, que lista 12 tarefas de competência partilhada entre as três esferas de governo. Por exemplo, proteção do meio ambiente, programas de construção de moradias, combate à pobreza. Embora a Carta seja de 1988, essa questão até hoje não recebeu uma lei específica.

A falta dessa regulamentação gera uma descoordenação do setor público e prejudica a prestação de serviços aos cidadãos, comentou o professor Daniel Vargas, da Fundação Getúlio Vargas (FGV). “Não há clareza na divisão de competências.”

O problema é que não há dinheiro para isso, segundo alerta o ex-ministro da Fazenda Mailson da Nóbrega. “A equipe econômica [DE BOLSONARO]está se iludindo com uma proposta que pode fazer sentido teórico, mas é desprovida de viabilidade fiscal”, disse. “Não estão fazendo as contas.”

Ele diz que, se forem somadas as despesas de pessoal, previdência, educação, saúde e juros, todas obrigatórias, o valor ultrapassa a previsão de receitas para o ano que vem. “Vão transferir o quê?”, questionou.

Do Estadão
terça-feira, 30 de outubro de 2018

O Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão, através do seu Comando Geral, lançou Edital do Processo Seletivo para ingresso no Colégio Militar 2 de Julho. As inscrições tiveram início neste 29 de outubro e se estendem até o dia 12 de novembro deste ano. Estão sendo oferecidas para o ano letivo de 2019, 134 vagas, das quais, 85 para o Ensino Fundamental II e 49 para o Ensino Médio.

No entanto, o valor da inscrição tem sido motivo de reclamação de alguns pais ou responsáveis, que sonham em ver seus filhos ingressarem neste estabelecimento de ensino público estadual, com doutrina militar. De certa forma, as reclamações procedem, haja vista que cada inscrição custa exatos R$ 60,00.

Somente para fins de comparação, o valor da inscrição do processo seletivo para Ensino Profissional Técnico, que corresponde ao nível médio, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão – IFMA, custa apenas R$ 20,00. Portanto, a seleção do Colégio Militar é três vezes superior ao valor cobrado pelo IFMA.

O comandante do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão, Coronel Célio Roberto Pinto Araújo, deveria intervir nessa questão de cunho social, mesmo que seja pelo menos, para os próximos certames. O oficial precisa sim, reavaliar esse elevado valor da inscrição de um processo seletivo que visa o ensino de qualidade para esses adolescentes, muitos deles vindos de famílias de baixa renda. Afinal de contas, das 134 vagas em disputa para o ano letivo de 2019 do Colégio Militar, 50% são para filhos de servidores do Corpo de Bombeiros e os outros 50% destinados para as comunidades.
Prefeito Anderson Wilker e Edson Costa, proprietário da empresa.



O Ministério Público do Maranhão, por meio da promotoria de Justiça de Alcântara-MA abriu, no último dia 9 de Outubro, procedimento administrativo para apurar possíveis irregularidades em contrato firmado entre a prefeitura municipal e a empresa Só Festa Produções e Eventos.

O contrato é referente aos serviços de realização do carnaval 2017.

Segundo apurou o blog do Maldini Vieira, a empresa foi contratada pelo valor global de R$ 327 mil para realizar as festividades entre os dias 25 à 28 de fevereiro daquele ano.

A empresa é famosa no ramo por atuar em diversas prefeituras do Maranhão, e pertence ao empresário Edson Costa Barros Junior, conhecido como ‘Gaguinho Só Festa’.

Veja abaixo:




Uma criança morreu eletrocutada em Pastos Bons na tarde desta terça-feira (30). A tragédia ocorreu no bairro Poeirão. A criança tinha aproximadamente 6 anos de idade.

Segundo relatos de populares, ela estava brincando com outra e o fio que estava caído no chão atingiu a criança que recebeu uma forte descarga elétrica. A vitima ainda chegou a ser socorrida e encaminhada ao Hospital Municipal de Pastos Bons, mas não resistiu e foi a óbito.



A prefeitura de Godofredo Viana, além do trabalho de terraplanagem que resultará na pavimentação de vias localizadas na região central da cidade, está executando, de forma paralela, serviços de recuperação de estradas vicinais que interligam povoados da zona rural à sede do município.

Neste momento, as ações estão centradas na estrada que dá acesso ao povoado Crispiana.

O melhoramento de vias auxiliares que dão acesso às localidades mais distantes vem sendo realizado pela gestão do prefeito Sissi Viana desde o ano passado.

Além de otimizar a trafegabilidade, a ação oferece melhores condições para que agricultores e criadores transportem suas mercadorias e, desta forma, aumentem suas rendas.

“O setor da infraestrutura, com ênfase na pavimentação, recuperação e melhoramento de ruas e avenidas, vem recebendo investimentos concretos por parte da prefeitura. Tal medida vem contribuindo para melhorar, sobremaneira, a qualidade de vida do cidadão godofredense”, disse Sissi Viana.

Asfaltamento – Na região da sede da cidade, estão sendo realizados, neste momento, serviços de terraplanagem e compactação de vias que, em breve, receberão asfaltamento.

O trabalho está sendo custeado com recursos oriundos de convênio firmado entre a prefeitura e o governo federal.



O Governo do Maranhão, por meio da Procuradoria Geral do Estado (PGE), esclarece que não há fundamento na informação de que será feita redução no salário de servidores públicos do Estado, conforme divulgado amplamente em blogs de notícias locais.

O que há, de fato, é uma ação movida pelo órgão contra uma decisão que determinou a concessão de vantagens que não são cabíveis do ponto de vista jurídico, para além das limitações econômicas impostas pelo atual cenário nacional brasileiro.

É importante frisar que ações desta natureza já eram discutidas desde antes de 2015 pelas gestões governamentais e amplamente debatidas pela Procuradoria, que desde então vem cumprindo seu papel institucional na defesa dos interesses do Estado.

Por fim, reitera-se a manutenção plena do diálogo por parte do Estado com todas as categorias de trabalhadores, princípio este norteador da atual gestão.

Médicos que prestam serviços nas unidades de Saúde Pública do Maranhão estão sendo convocados para uma reunião na sede do Conselho Regional de Medicina (CRM), na próxima quarta-feira (31).

Os profissionais, que trabalham na Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh) irão participar de uma assembleia geral extraordinária para discutir demandas da categoria, como os salários atrasados.

Desde agosto deste ano, os salários estão atrasados. Por essa razão, eles devem paralisar suas atividades. E assim sendo, mais um grande baque na saúde da população por absoluta falta de responsabilidade do atual governo.





O Ministério Público do Maranhão (MPMA) recebeu, na manhã desta terça-feira, 30, na Procuradoria Geral de Justiça, representantes de grupos de defesa dos Direitos Humanos, que protocolaram representação criminal contra o estudante de Química Industrial da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Marcos Silveira, 28.

Ele fez postagens no Facebook com mensagens de intolerância e de ódio contra homossexuais, mulheres e pessoas com ideologia de esquerda.

Segundo o advogado Thiago Viana, da Comissão da Diversidade Sexual da OAB/MA, que assina a representação ao lado da também advogada Renata dos Reis Cordeiro, integrante do Coletivo de Assessoria Jurídica Popular e Feminista, o documento aponta três ilegalidades cometidas pelo estudante: incitação ao crime; injúria coletiva contra a comunidade LGBT e contra mulheres; e apologia à tortura e perseguição a pessoas com posicionamento ideológico.

O grupo, formado por advogados, professores e ativistas, foi recebido pelo diretor da Secretaria de Assuntos Institucionais, promotor de justiça Marco Antonio Santos Amorim, que ressaltou o papel da instituição ministerial na defesa dos Direitos Humanos e afirmou que a representação, a ser recebida pela Ouvidoria do MPMA, terá o encaminhamento, de acordo com as atribuições do Ministério Público do Maranhão.

“O Ministério Público é uma instituição vocacionada à defesa dos direitos fundamentais, da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis. Todo ato de intolerância merece repúdio, e o Ministério Público estará sempre vigilante para resguardar os direitos das minorias”, afirmou o promotor de justiça.

Também acompanhou a reunião o promotor de justiça Tibério Lima de Melo, da Comarca de Joselândia.

Bandidos assaltaram na tarde de segunda-feira (29) a agência dos Correios de Presidente Médice, na região do Alto Turi.

Segundo informações da polícia, a ação criminosa aconteceu por volta das 15h e no momento do assalto não havia clientes na agência dos Correios da cidade. A atendente e um vigilante, que estavam no local, foram dominados por dois homens, ainda não identificados, que estavam armados com revólveres. Eles contaram com a ajuda de mais dois criminosos que estavam em uma motocicleta.

Ainda de acordo com os policiais, os criminosos pularam o balcão e obrigaram a funcionária a abrir o cofre. Eles roubaram aproximadamente R$ 10 mil e objetos pessoais da atendente. Já o vigilante foi obrigado a entregar o seu colete e a sua arma de fogo, um revólver calibre 38.

Após o assalto, os bandidos fugiram em um veículo sem deixar pistas. A guarnição da Polícia Militar de Presidente Médice realizou rondas na cidade após o roubo e ainda acionou o Batalhão da Polícia Militar de Zé Doca, a 302 km de São Luís, para ajudar nas buscas pelos autores do crime.

Fonte: G1MA
De o Hora Extra


Além de palestras e orientações sobre prevenção e combate ao câncer de mama durante todo o mês de outubro, a Prefeitura de Santa Helena promoveu um evento especial para as mulheres helenenses. Na manhã dessa segunda-feira (29), mulheres de Santa Helena participaram de um café da manhã com direito a aulas de aeróbica e sorteio de prêmios.


O encontro, foi coordenado pela Secretaria de Saúde e envolveu outros órgãos municipais. Na oportunidade, palestrantes falaram às presentes sobre o combate a essa enfermidade que mutila e ceifa vida de milhares de mulheres em todo mundo e que a prevenção e o autoexame ainda são a melhor maneira de evitar o câncer de mama.


Até o fim do mês, orientação e distribuição de cartilhas sobre o combate e prevenção ao câncer de mama estarão sendo realizadas nos postos da rede municipal de saúde de Santa Helena. No próximo mês será a vez dos homens com a campanha ‘Novembro Azul’, que visa orientar, previnir e combater o câncer de próstata.




A Polícia Militar (PM) informou que um idoso de 63 anos foi assassinado a golpes de faca, no início da madrugada desta terça-feira (30), no Bairro Codó Novo. A vítima foi Identificada como César Costa Moreira e respondia na justiça por uma acusação de estupro de vulnerável ocorrida há 4 anos.

Segundo da PM, o crime aconteceu em um bar que fica localizado na rua Nova Olinda, a cerca de 300 metros da casa da vítima. Testemunhas afirmaram que o idoso foi atingido por pelo menos quatro golpes de faca. A Polícia Civil foi acionada e está investigando o rumoroso caso. 


A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Cururupu, prendeu na segunda-feira (29) Leocádio Olímpio Rodrigues, ex-prefeito da cidade de Serrano do Maranhão. A prisão foi uma determinação da Justiça, que expediu a ordem judicial por duas ações penais em função de desvio de dinheiro público; irregularidades em prestações de contas; fraudes em licitações e contratação irregular de servidores, entre outras acusações.

Leocádio governou Serrano do Maranhão entre os anos de 2004 e 2010, ano em que foi afastado pela Justiça. Somando-se as penas das duas sentenças proferidas pelo Judiciário, o ex-gestor foi condenado a 13 anos e quatro meses de prisão, a ser cumprida inicialmente em regime fechado. O mandado de prisão contra Leocádio Rodrigues foi cumprido nesta segunda-feira (29).

Sobre os processos judiciais, um deles foi transitado em julgado (quando não há mais possibilidade de recurso) e a sentença é de junho de 2017. No processo, o ex-prefeito foi acusado de divergência na contabilização da receita orçamentária no valor de R$ 2.892. 674,50 (dois milhões, oitocentos e noventa e dois mil, seiscentos e setenta e quatro reais e cinquenta centavos), sem a devida comprovação de despesas. Leocádio era acusado, ainda, de ausência de processo licitatório para aquisição de combustíveis no valor de R$ 510.000,00 (quinhentos e dez mil reais), dentre outras irregularidades praticadas no exercício financeiro do ano de 2008.

Após os procedimentos administrativos, Leocádio Olímpio Rodrigues será conduzido para o Presídio de Cururupu, onde permanecerá à disposição da Justiça.

A prefeitura de Amapá do Maranhão ,comandada pela prefeita Tatiane Maia de Oliveira (PSDB), resolveu “abrir” os cofres do município para contratar uma empresa especializada na prestação de serviços de manutenção, recarga e peças para impressoras.

A empresa M.C.F. DO NASCIMENTO de propriedade da senhora Maria Creuve Ferreira do Nascimento irá lucrar cerca de 82.200 (Oitenta e dois mil e duzentos reais) com o serviço.

É quase cem mil reais em manutenção de impressoras.

O MP deve se posicionar…

VEJA OS CONTRATOS:



Presidente eleito concedeu 1ª entrevista nesta segunda-feira



O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) confirmou hoje (29) que pretende convidar o juiz federal Sérgio Moro, responsável pelo julgamento de casos da Operação Lava Jato, para ser ministro da Justiça ou para ocupar, quando surgir, uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). Ele informou que em breve vai conversar com o magistrado, que mora em Curitiba. Não disse quando será o encontro.

Em entrevista exclusiva à TV Record, o presidente eleito destacou que seu governo terá uma “conversa harmônica” com o Judiciário. Bolsonaro contou que conversou com o presidente do Supremo, Dias Toffoli, ontem (28), e terá novo encontro. “Todos nós somos responsáveis pela nação.” Ele afirmou que não pensa mais em ampliar o número de ministros da Corte.

Bolsonaro afirmou que irá visitar o presidente Michel Temer para agradecer as felicitações que recebeu. “Será a primeira pessoa que irei procurar”, disse. De acordo com ele, os dois meses finais do governo Temer vão ser da “mais perfeita harmonia”.
A seguir, os principais trechos da entrevista:

Nomes de governo

Nos próximos dias, ele disse que deve confirmar o nome do astronauta e major da reserva Marcos Pontes para o Ministério da Ciência e Tecnologia. Já foram confirmados os nomes do deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS) para Casa Civil, o general da reserva Augusto Heleno para Defesa e o economista Paulo Guedes para a Economia.

Minorias

Segundo o presidente eleito, é preciso buscar meios para que todos tenham as mesmas condições econômicas e financeiras e, não tratar determinados grupos como minorias. “Certas minorias podem achar que têm super poderes por serem diferentes dos demais”, disse. “Somos iguais, Artigo 5º da Constituição: sem diferença de gênero, cor da pele e região onde nasceu. O que se tem fazer é procurar a igualdade de patrimônio para todos e aí todos ficam satisfeitos.”

Mercosul

Bolsonaro afirmou que o Mercosul (bloco que reúne Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela, que está suspensa temporariamente) foi supervalorizado e que tal tratamento tem de ser modificado. De acordo com ele, isso ocorreu por questões ideológicas, que protegiam determinados países que, na sua opinião, “burlavam” regras. “Nós queremos nos livrar de algumas amarras do Mercosul”, disse. 

Venezuela e imigrantes

O presidente eleito disse que vários líderes estrangeiros pediram que o Brasil mantenha a ajuda à Venezuela e também aos imigrantes. Ele negou a possibilidade de intervenção externa, apoiada por seu governo, na Venezuela. “O PT não fez a lição de casa com a Venezuela, sempre admirou o [o ex-presidente Hugo] Chávez e [o atual presidente Nicolás] Maduro e agora estamos vendo os mais pobres vindo a pé para o Brasil, sem ter o que comer.”

Estados Unidos e Trump

Bolsonaro confirmou que sua conversa com o presidente norte-americano, Donald Trump, foi mais longa do que a que teve com os demais líderes - e trataram de iniciativas comerciais e militares. “Pretendo ir aos Estados Unidos para ampliar a pauta sobre comércio e área militar”, disse o presidente eleito, informando que deverá viajar na companhia do general Heleno e o economista Paulo Guedes.

Líderes estrangeiros

O presidente eleito disse ter conversado com líderes da América Latina e da Europa, o que para ele indica a importância do Brasil. “Estou muito feliz porque, apesar de protocolares, essas conversas mostram que nós podemos estar juntos com esses países.”

Vice-presidente da República

Segundo ele, o general Hamilton Mourão, seu vice, é um homem “muito qualificado e preparado”. “Nem eu quero um vice decorativo. Agora não sou capitão, nem ele general. Eu disse para ele: ‘General, nós somos soldados do Brasil’”, disse o presidente eleito, negando atritos com o oficial. “Será um conselheireiro de primeira hora.”

Governo de transição

De acordo com o presidente eleito, os dados “são estarrecedores”, como a quantidade de funcionários e os gastos. “Não vamos fazer maldade com servidores. Não vamos simplesmente desfazer deste capital.”

Cargos na Câmara

Bolsonaro disse que não irá interferir no processo de sucessão na Mesa Diretora da Câmara, que inclui a presidência da Casa. Ele disse que se o presidente da República interfere “ganha um inimigo para o resto da vida”. O atual presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ), aliado de Bolsonaro, tenta a reeleição e aguardava seu apoio. Para o presidente eleito, é preciso que os partidos políticos definam os cargos, não ele. “Eu gostaria que nós [o PSL] não lutássemos pela presidência da Câmara. Seria um início de gesto de humildade. Pela governabilidade, seria bom diversificarmos os partidos.”

Homens honestos

Lembrando que tem 28 anos de Parlamento, Bolsonaro disse que se relaciona bem com 95% dos parlamentares. “Eles têm consciência do que foi essa campanha e acreditam em mim. Eu acredito que a maioria quer o bem do Brasil. A maioria é de pessoas honestas e decentes.”

Estatuto do Desarmamento

Ele defendeu o direito de um cidadão acima de 21 anos - e não mais 25 anos - comprar arma de fogo, sem ter de renovar o porte rotineiramente. O presidente eleito disse ser favorável ao porte definitivo. “Há um estado de guerra. A efetiva necessidade está comprovada pela violência.” Também afirmou que é preciso flexibilizar o porte de arma para que as pessoas possam se proteger melhor da insegurança presente em todos os locais. “Quem tiver uma arma vai ser responsabilizado por ela. Quem quer fazer a maldade não precisa comprar a arma, é fácil comprar a arma de fogo. Temos de abandonar o politicamente correto. Achar que não ter armas melhora o país, não é isso. Arma de fogo garante a liberdade de uma pessoa.”

Pacotão de Medidas

Sem detalhar, o presidente eleito mencionou que uma série de medidas específicas para o agronegócio, homem do campo e a segurança serão encaminhadas na sua gestão. “Todos se beneficiarão.”

Faxina e MST

Bolsonaro prometeu fazer uma “faxina” no Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Segundo ele, os integrantes da entidade desrespeitam a lei e não podem por isso querer dialogar.

“Eu vou fazer a faxina. A faxina será em cima dos que não respeitam a lei, como o pessoal do MST”, afirmou. “O movimento social que invade, depreda e faz barbaridade não tem conversar. Por isso eu quero armar o fazendeiro.”

Adversários políticos

Bolsonaro afirmou que está “pronto para conversar” com os candidatos à Presidência Ciro Gomes, Marina Silva (Rede), Geraldo Alckmin (PSDB) e Fernando Haddad (PT), derrotados nas eleições. “Converso com eles apesar da campanha que fizeram para me desconstruir.”

Mais Médicos

Ele defendeu que os profissionais estrangeiros que quiserem atuar no Brasil se submetam à revalidação do diploma, fazendo provas para verificar suas habilidades. O presidente eleito afirmou que vai mudar o programa como está. Na sua opinião, o programa foi criado para favorecer os médicos cubanos.

Controle da Imprensa

O presidente eleito negou que pretenda controlar a mídia. Segundo ele, é favorável à liberdade de expressão. “Quem vai impor limite é o leitor. O controle é o controle remoto, nada além disso. O cidadão na ponta da linha é quem vai decidir.”

TV "Oficial" 

Bolsonaro disse que pensa em privatizar ou extinguir a TV "oficial".“Não queremos propaganda, não vamos usar TV oficial. Não podemos gastar R$ 1 bilhão para audiência traço; prefiro contar com a mídia tradicional.”


Por Agência Brasil Brasília
Quem não justificou ausência no 2º turno tem até 27 de dezembro para regularizar situação - Arquivo/Agência Brasil


Os eleitores que não compareceram ao local de votação neste domingo (28) e não justificaram a ausência no segundo turno ainda podem regularizar a situação eleitoral até dezembro. Os ausentes do primeiro turno, realizado em 7 de outubro, tem até de de dezembro para justificar por que não compareceram à votação. Para os que se ausentaram no segundo turno, o prazo vai até 27 de dezembro.



A justificativa pode ser feita mediante o preenchimento de um requerimentodisponível no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que deve ser entregue pessoalmente em qualquer cartório eleitoral ou enviado por via postal ao juiz da zona eleitoral na qual é inscrito. Além do formulário, o eleitor deve entregar documentação que comprove a impossibilidade de comparecimento na votação.


Pela internet, o eleitor pode justificar a ausência usando o Sistema Justifica nas páginas do TSE ou dos tribunais regionais. No formulário online, o eleitor deve informar seus dados pessoais, declarar o motivo da ausência e anexar comprovante do impedimento para votar.

O requerimento de justificativa gerará um código de protocolo que permite ao eleitor acompanhar o processo até a decisão final do juiz da zona eleitoral. A justificativa aceita será registrada no histórico do eleitor no Cadastro Eleitoral.

Eleitores no exterior

Os brasileiros que estavam no exterior no dia da votação também deverão encaminhar o formulário de justificativa pós-eleição e a documentação comprobatória até 60 dias após o turno ou em 30 dias contados a partir da data de retorno ao Brasil.

Se estiver inscrito em zona eleitoral do exterior, o eleitor deverá encaminhar o requerimento diretamente ao juiz competente ou ainda entregar nas missões diplomáticas e repartições consulares localizadas no país ou enviar pelo sistema justifica.

Consequências

O Tribunal Superior Eleitoral explica que a não regularização da situação com a Justiça Eleitoral deve pagar multa (por cada turno). O valor é definido pelo juiz eleitoral da região e varia de R$ 3,5 a R$ 35,10. O eleitor faltoso também pode sofrer outras sanções, como impedimento para obter passaporte ou carteira de identidade para receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos de função ou emprego público.

A não justificativa impede ainda que o eleitor participe de concorrência ou administrativa da União, dos estados, Distrito Federal e municípios, além de inscrever em concurso público ou tomar posse em cargo e função pública.
segunda-feira, 29 de outubro de 2018



Um aluno do curso de Engenharia Química da Universidade Federal do Maranhão (Ufma) será alvo de processo administrativo da instituição depois de postar declarações de cunho homofóbico em suas redes sociais.


Ao comemorar a vitória de Jair Bolsonaro (PSL) na eleição para presidente do Brasil, o estudante disse estar liberada a “caça aos viadinhos”.

“Atenção, geral! Tá liberada a caça legal aos viadinhos! Não vale atirar na cabeça,
tá ok? 1 caixa de Budweiser pra cada viadinho no chão”, escreveu ele numa primeira postagem.



Depois, arrematou: “Agora chorem, fraquejadas, vagabundas. O Brasil é conservador. Ustra vive! Chora esquerda!”.


Em nota a Ufma disse que “promoverá a apuração rigorosa dos fatos, considerando a gravidade das declarações”.

Outro lado

Diante da repercussão do caso – e da possibilidade real até mesmo de uma expulsão da universidade – o estudante decidiu apagar as postagens criminosas e pedir desculpas públicas.

Ele fez duas publicações.

A primeira delas:

“Olá, pessoal! Boa tarde! Primeiramente gostaria de me dirigir a toda comunidade LGBTq+/feministas e pedir minhas mais sinceras desculpas por minhas declarações infelizes, fora de contexto e impensadas. Estou profundamente arrependido por tal comportamento de minha parte, assim sendo, não se repetindo tal fato.

Em segundo lugar, a todos os amigos, parentes e professores da Universidade Federal do Maranhão, os quais são profissionais de extrema competência e moral. Mil desculpas a todos(as).


Tal comportamento não se repetirá.

Boa tarde.”

A segunda:

“Uma auto crítica!

Postei coisas completamente irracionais durante meses, mas devido a uma última postei, vi que cheguei num ponto oblíquo da minha vida.

Jamais pensei que veria amigos próximos, parentes e outras pessoas próximas a minha pessoa em um estado de dor.


Eu errei e errei muito feio por conta das bobagens q eu disse, mas nesse momento só quero expressar meu profundo repúdio e arrependimento das coisas tolas que aqui explanei.

Sinto muito, amigos/colegas e parentes!

Cometi um mega equívoco e que com certeza, aprenderei com tal derrapada na minha vida.”

VIA Gilberto Léda


Quase 11 quilos de maconha em tabletes grandes e pequenos foram apreendidos nesta segunda-feira (29) em uma residência na rua da Cerâmica, bairro João Paulo, em São Luís.

O entorpecente foi encontrado por equipe de serviço do Curso de Operações de Sobrevivência em Área Rural (COSAR), após ser acionada pelo Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e Batalhão de Choque da Polícia Militar. A apreensão foi feita após denúncia de populares.


Dois homens, que estavam com uma bolsa cheia de drogas, fugiram em alta velocidade ao perceberem a aproximação da Polícia e dispensaram o material pelo caminho. A maconha foi encaminhada para o 2° Distrito Policial, no João Paulo, mas ninguém foi preso até o momento.

MA10
Máquinas trabalham em ritmo acelerado e executam os serviços de terraplanagem.

 Obra está sendo custeada com recursos oriundos de convênio firmado com o governo federal.

Atendendo determinação do prefeito Sissi Viana, a Secretaria Municipal de Obras de Godofredo Viana intensificou o trabalho de terraplanagem e compactação de vias da cidade que, em breve, receberão asfaltamento. 
Os serviços já foram executados nos bairros Alegre e Itereré e, neste momento, estão sendo desenvolvidos na comunidade Santa Maria. 

A terraplanagem, nesta etapa, além de preparar as vias para o recebimento da camada asfáltica, oferece melhores condições de trafegabilidade.

“A terraplanagem é a fase em que a base e sub-base do solo é estabilizada e preparada para a etapa de imprimação e, na sequência, recebimento da massa asfáltica. Por meio desse trabalho, o terreno é nivelado de acordo com as marcações definidas no projeto, o que evita o aparecimento de deformidades no asfalto. Estamos seguimos todos os procedimentos recomendados para que, ao final, o cidadão usufrua de uma obra de qualidade”, explicou o secretário Claudemir Sertão, titular da pasta de Obras.  

O asfaltamento de ruas da cidade de Godofredo Viana está sendo custeado com recursos oriundos de convênio firmado entre a prefeitura e o governo federal. 


Guaribas-PI -Foto Web

O secretário de Tecnologia da Informação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Piauí, Rosemberg Maia Gomes, informou que a cidade de Guaribas-PI foi onde Jair Bolsonaro (PSL) teve seu menor número de votos no Brasil, com apenas 59 votos, o correspondente à 2,01% do total de votos na cidade. Fernando Haddad (PT) recebeu 2.879 votos; 97,99% dos votos válidos.

O candidato derrotado à Presidência da República, Fernando Haddad (PT), teve o maior percentual de votos do Brasil no Piauí, com 77,05% contra 22,95% de Jair Bolsonaro (PSL).

Em Teresina, Bolsonaro teve a melhor votação no Piauí, mesmo assim, perdeu para Haddad na contagem de votos.

Meio Norte


Gustavo Bebianno afirmou que há ‘bons nomes’ sendo cogitados

Juiz federal Sérgio Moro cogitado para o Ministério da Justiça

O presidente do PSL, Gustavo Bebianno (PSL), disse que ainda não está confirmado como ministro da Justiçade Bolsonaro. Ele afirmou que há “bons nomes” sendo cogitados para o cargo, como a ex-ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Eliana Calmon e o juiz federal Sérgio Moro.

Apesar, disso afirmou que ainda não houve nenhuma conversa com os dois sobre o assunto. Bebianno ainda disse que Moro pode ser indicado para compor o Supremo Tribunal Federal (STF) “mais para frente”.

O advogado Gustavo Bebianno, de 54 anos, deixou a presidência do PSL na madrugada desta segunda (29) logo após Jair Bolsonaro ser eleito à Presidência da República. De acordo com informações da revista “Veja”, o posto voltará a ser ocupado por Luciano Bivar (PSL-PE), que havia se afastado da direção da sigla para cuidar da campanha que lhe garantiu mais um mandato como deputado federal.

Bebianno deixa presidência do PSL horas após eleição de Bolsonaro

A saída de Bebianno do cargo foi publicada no Diário Oficial: “Pelo presente instrumento, venho informar que estou retornando às atividades partidárias nesse dia, reassumindo a Presidência Nacional do PSL”, diz trecho da nota assinada por Bivar, datada de sexta (26). A remoção da presidência não acarreta na desfiliação de Bebianno.

Segundo a “Veja”, o PSL deverá realizar em novembro uma eleição para reconduzir Luciano Bivar a um novo mandato como presidente.

Já o futuro de Bebianno está indefinido. O advogado foi cotado para ser ministro da Justiça no governo de Bolsonaro, mas seu nome perdeu força. A ex-ministra do STJ Eliana Calmon e o juiz Sergio Moro também foram citados para chefiar a pasta.

Fonte: Meio Norte

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog