quinta-feira, 27 de setembro de 2018



O delegado da Polícia Civil do Maranhão, Magno Ferreira Sousa, entregou-se, hoje, na sede da Superintendência da PC do Interior, em São Luís.

Ferreira é acusado de ter assassinado o homem identificado como Jobert de Jesus Silva, na noite da última terça-feira, na cidade de Vitorino Freire.

O crime ocorreu durante um show que comemorava o aniversário de emancipação política e administrativa do município.

Em seu depoimento, o delegado voltou a afirmar que o caso tratou-se de um acidente.

Disse que, ao tentar conter Jobert de Jesus, que apresentava estado de embriaguez e tentava, segundo ele, invadir o palco e o camarim, acabou atingindo a vítima com um disparo.

Em uma carta divulgada na imprensa, Magno Ferreira Sousa pediu perdão aos familiares da vítima.

“Peço perdão aos parentes da vítima, desculpas aos cidadãos, amigos e parceiros. Informo também que a Secretaria de Segurança não pactua com nossos erros, seja por culpa ou não”, disse em um dos trechos.

“Como autoridade policial venho esclarecer aos cidadãos de Vitorino que o que aconteceu foi uma fatalidade, infelizmente culminou com a morte de um ser humano, sou pessoa do bem, pai de família. Vou aceitar de cabeça erguida tudo o que me for determinado. Vou me apresentar novamente e ser recolhido hoje. Quem me conheceu sabe que sou uma pessoa que tratava todos com respeito e cordialidade, criei muitos amigos. Atendi com carinho as pessoas simples que me procuraram. E infelizmente aconteceu essa fatalidade que culminou com a morte desse rapaz. Da mesma forma que é uma tragédia para essa família é para a minha também, tenho 03 filhos, 05 irmãos, pai e mãe e todos estão sofrendo com isso”, completou o delegado.

Magno Ferreira ficará detido na Delegacia da Cidade Operária.

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração