quinta-feira, 23 de agosto de 2018



Noite de quarta-feira (22), por volta das 19h, criminosos invadiram uma casa na cidade de Pedreiras e sequestraram a namorada e a filha do tesoureiro (nome ainda não revelado) da Agência do Banco do Brasil daquela cidade. Ainda segundo as informações, elas foram levadas para um cativeiro, localizado nas proximidades do povoado do Eiras, para obrigar o funcionário a entregar todo o dinheiro que estava nos cofres da agência.

Policiais civis e militares foram informados do sequestro e realizam operações neste momento para prender o bando. O sequestro aconteceu ontem à noite, entre 19h00 e 19h30, quando o tesoureiro “Witace” chegou em casa e foi abordado pelos assaltantes. Os criminosos já chegaram com armas apontadas para ele. 

Logo em seguida, chegaram a companheira e a filha do funcionário. A família foi rendida. A filha e a namorada foram levada para um cativeiro na estrada vicinal que dá acesso ao povoado Eiras (localizado entre as cidades de Pedreiras e Lima Campos). 


Os bandidos cortaram arame farpado, entraram na área de vegetação, entregaram edredom para as duas se protegerem do frio e um deles ficou vigiando. 

Nesse tempo, os outros bandidos obrigaram o funcionário a entrar na agência para pegar o dinheiro e entregar para eles, única condição para eles devolverem a namorada e e filha. 

No entanto, alguma coisa deu errado, a ação criminosa foi suspensa e os bandidos fugiram. 


O vigia foi alertado, ele disse para as duas mulheres ficarem naquele local até as 9h da manhã de hoje, e em seguida ele se evadiu junto com os comparsas sem levar nada da agência. 

A namorada e a filha do funcionário procuraram uma casa próxima e pediram ajuda. A polícia foi buscá-las no período da manhã de hoje. Elas conta que não sofreram nenhum tipo de violência física. Porém, estavam abaladas. 

As vítimas estão neste momento (12h30), sendo ouvidas na Delegacia Regional de Pedreiras.


Major Ricardo Almeida, comandante do 19º BPM de Pedreiras, solicitou apoio de todo efetivo e pediu para os PMs que estavam encerrando o plantão, continuassem em operação. Para a imprensa local, ele disse que ainda é cedo para falar sobre o sequestro.

Os serviços internos (caixas, mesas…) da agência do Banco do Brasil de Pedreiras não funcionaram nesta manhã de quinta-feira, dia 23. Apenas os terminais eletrônicos ficaram operando. 
(Carlinhos)

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog