quinta-feira, 12 de julho de 2018



Em ofício encaminhado à Superintendência Estadual do Banco do Brasil, o Sindicato dos Bancários do Maranhão (SEEB-MA) cobrou providências urgentes contra o gerente geral da agência de São Bernardo (MA), Júlio Esmaelino Ferreira Costa. 

O gestor é alvo de várias denúncias de assédio moral e sexual por parte do corpo funcional da unidade. Em visita de praxe à agência, os diretores do SEEB-MA ouviram relatos de que o gerente continua gritando costumeiramente com seus subordinados, humilhando-os na frente dos clientes.

Como se não bastasse, o gestor dá ordens abusivas e o que é mais grave: pratica atos que, no mínimo, configuram assédio sexual, tais como: passar a mão nos glúteos das funcionárias, além de se insinuar de forma insistente para as mulheres da agência, tudo sem o consentimento delas.

Estresse, medo e transtornos 

“Além de desconforto, essas condutas do referido gestor têm causado estresse, medo e até transtornos psicológicos nas colegas que ali trabalham” – informou o diretor do Sindicato, Cássio Valdenor.

Vale ressaltar que Júlio Esmaelino já foi denunciado pelo Sindicato à Superintendência do Banco do Brasil em razão dessas práticas, porém nada foi feito para inibir o comportamento inadequado do gerente.

Diante disso, o SEEB-MA ratifica o pedido de providências à Super do BB, no sentido de apurar as denúncias, aplicando-se as punições cabíveis, para que essas práticas imorais, antiéticas e criminosas não se tornem regra dentro de uma empresa como o Banco do Brasil.

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração