quinta-feira, 7 de junho de 2018



O MDB, partido do presidente Michel Temer e da ex-governadora Roseana Sarney, pré-candidata ao Palácio dos Leões, não assinou na última terça-feira (05), no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), documento se comprometendo em coibir a disseminação dos chamados “fake news” [notícias falsas] nas eleições de outubro.

Assinaram o documento representantes do DEM, PCdoB, PSDB, PDT, PRB, PSC, PSD, PSL, PSOL e Rede.

O presidente do TSE, ministro Luiz Fux, disse que o termo de compromisso é simbólico, “uma colaboração dos homens de bem”, e não prevê sanção para as legendas.

O combate às “fake news” é uma das principais bandeiras da gestão do ministro na corte eleitoral.

De acordo com ele, 35 partidos haviam sido convidados para o ato.

Fux explicou que os representantes da legenda que não compareceram terão um prazo maior para aderir.

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração