sábado, 16 de junho de 2018

Em São Luís, as vacinas para grupos de risco estão sendo disponibilizadas gratuitamente nos postos de saúde.

Até agora, foram vacinadas 73% da população do grupo de risco. (Foto: Reprodução)

A campanha de vacinação contra gripe prossegue até dia 22 de junho. O prazo foi prorrogado pelo Ministério da Saúde para atingir a meta de imunizados no grupo prioritário. A Prefeitura de São Luís vai continuar a disponibilizar as doses da vacina, gratuitamente, nos postos da rede municipal de saúde, em diversos bairros. Quem ainda não se imunizou deve procurar as unidades da rede, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.


A meta de cobertura vacinal determinada pelo Ministério da Saúde para a capital maranhense é a imunização de 209.974 pessoas dos grupos mais suscetíveis à doença. Até agora, foram vacinadas 73% da população do grupo de risco. As ações são coordenadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus).


"Todos os esforços estão sendo feitos, mas contamos com a sensibilidade da população em procurar os postos de vacinação. É preciso que os grupos prioritários respondam a esse novo prazo, pois a vacina é a melhor estratégia de prevenção contra as complicações da gripe", alerta o secretário municipal de Saúde (Semus), Lula Fylho.


São do grupo prioritário para receber a vacina pessoas a partir de 60 anos; crianças de seis meses a cinco anos; trabalhadores de saúde; professores das redes pública e privada; povos indígenas; gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); pessoas privadas de liberdade, inclusive adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas; além dos funcionários do sistema prisional.


Imunização

A vacina tem eficácia de seis a 12 meses e reduz as complicações que podem gerar casos mais graves da doença, como internações ou até mesmo óbitos. Protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano, no Hemisfério Sul, de acordo a Organização Mundial da Saúde (OMS): o A/H1N1; A/H3N2 e influenza B.

A transmissão dos vírus influenza acontece por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz). O Ministério da Saúde orienta a população em geral, a adoção de cuidados simples como medida de prevenção para evitar a doença, como: lavar as mãos várias vezes ao dia; cobrir o nariz e a boca com lenço descartável ao tossir ou espirrar; não compartilhar objetos de uso pessoal; além de evitar locais com aglomeração de pessoas.


0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração