quinta-feira, 17 de maio de 2018


Ao assumir a lanterna da corrida ao governo, o ex-todo-poderoso do governo Roseana Sarney praticamente jogou a toalha sobre disputa aos Leões. Ricardo já admite a desistência a correlegionários.

Pesou o desempenho fraco e também o objetivo de eleger a filha, Andrea Murad, deputada federal. Se lançar candidatura ao governo, Murad teria que procurar alianças que viabilizassem o coeficiente eleitoral de Andrea.

Segundo pesquisa DataIlha divulgada nesta terça-feira (15/05), como pré-candidato ao governo, Ricardo Murad aparece com apenas 1,18% das intenções de votos. Ainda de acordo com o levantamento, Flávio Dino seria reeleito no primeiro turno com 60,03%, derrotando a cunhada de Murad, Roseana, com mais de 30 pontos percentuais de diferença.

O caminho mais fácil para “o tratorzão” Ricardo Murad é colocar a filha no capão de Roseana e seguir operando dos bastidores.

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog