segunda-feira, 7 de maio de 2018

A professora Neurivânia Barbosa dos Santos, de 35 anos, foi morta a golpes de faca e ainda teve o pescoço quebrado pelo ex-marido, Edivan Carneiro Macedo.




Continua foragido o assassino da professora Neurivânia Barbosa dos Santos, de 35 anos, que residia em Formosa da Serra Negra, no Maranhão, onde foi morta a golpes de faca e ainda teve o pescoço quebrado pelo ex-marido, Edivan Carneiro Macedo, de 43 anos. O crime ocorreu na madrugada de sexta-feira (4), na residência da vítima, no bairro Vila Viana. O assassinato da professora chocou aos moradores da cidade.

De acordo com a polícia, o casal estava separado havia 11 meses, mas o acusado não aceitava o fim do relacionamento. Durante esse tempo, ele chegou a ameaçar de morte a ex-esposa várias vezes. Ela chegou a registrar três ocorrências na delegacia contra o ex-marido.

Para ter acesso à parte interna do imóvel, o ex-marido arrombou a janela e, em seguida, desferiu vários golpes de faca na vítima e ainda conseguiu quebrar o seu pescoço. O crime foi praticado na frente dos filhos do casal, dois menios de 8 e 14 anos.

Após o crime, o assassino fugiu do local. A polícia foi acionada por moradores e realizou rondas pela área, mas não conseguiu prender o acusado.

O corpo da vítima foi removido para o hospital da cidade para ser periciado e em seguida foi liberado para os familiares.

O caso está sendo investigado pela equipe da delegacia de Polícia Civil de Formosa da Serra Negra do Maranhão, com apoio do Departamento de Feminicídio, órgão ligado a Superintendência Estadual de Homicídios e Proteção a Pessoas (SHPP).

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog