quarta-feira, 25 de abril de 2018

Carros da PM e da PF em frente a casa no Cohajap
A oposição sarneyzista no Maranhão tem se ocupado, desde a semana passada, a dar vida a uma armação orquestrada na cozinha de Ricardo Murad, segundo o deputado Rogério Cafeteira, sobre um suposto monitoramento de adversários com a utilização da Polícia Militar. A farsa, que chegou a ganhar notoriedade nacional, visa criar no governo Flávio Dino a pecha de perseguidor.

O curioso é que os mesmos que apontam o dedo para a atual administração, pertencem a uma oligarquia que era useira e vezeira da utilização da PM para fins políticos.

Em 2002, a PM da então governadora Roseana Sarney chegou ao cúmulo de realizar um cerco a casa onde funcionava o serviço de inteligência da Polícia Federal em São Luís. Á época, a ex-governadora acusava os órgãos de inteligência do governo federal de espionagem e de ter armado um complô que teria levado à apreensão de R$ 1,34 milhão, que seriam destinados à sua campanha presidencial, na sede da empresa Lunus, de sua propriedade.

A própria assessoria de Roseana confirmou que foi a polícia do Estado a autora do pedido de busca no local. Cerca de 50 PMs do GOE (Grupo de Operações Especiais), alguns encapuzados, chegaram à casa onde funcionava um escritório da Polícia Federal no Cohajap, em São Luís.

O superintendente da PF à época, Augusto Serra Pinto, disse que ficou “surpreso” com o “aparato” usado pela PM na ação. Ele afirmou também que seus agentes disseram ter visto carros da TV Mirante, que pertence à família Sarney, rondando o local. Dentro da Polícia Federal houve a convicção de que a PM foi usada politicamente por Roseana Sarney, em represália à corporação.

A apreensão de 26.800 notas de R$ 50, na sede da empresa Lunus, de propriedade de Jorge Murad, marido de Roseana, elevou a temperatura entre o governo e a PF. De modo autoritário, a ex-governadora ordenou que a PM invadisse a sede da Polícia Federal, em um absurdo jamais visto na história do Brasil.

São esses os mesmos que forjaram documentos para dizer que Flávio Dino está perseguindo seus adversários. Olhando para o passado, é possível notar que eles são capazes de tudo.

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração