quarta-feira, 25 de abril de 2018

Guma Epfane Vasconcelos foi morto durante uma briga de trânsito, em São Domingos do Maranhão.
O lutador de jiu-jitsu, Guma Epfane Vasconcelos, de 29 anos, foi assassinado na manhã desta terça-feira (24) na cidade de São Domingos do Maranhão, a 387 quilômetros de São Luís. Ele era conhecido como ‘Tiago Guma’ e o suspeito de cometer o crime segue foragido.

Guma era lutador profissional faixa preta e participava de competições não-ligadas a Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu (CBJJ), que representa o país nas competições com os melhores atletas internacionais. Ele lutava em competições pela Confederação Brasileira de Lutas Profissionais (CBLP), no qual ganhou títulos mundiais no peso galo.

Guma Epfane também era o proprietário de uma academia em São Domingos do Maranhão, onde também trabalhava como personal trainer. Segundo a polícia, o crime ocorreu após uma discursão que resultou em briga corporal na Rua Delfino Calvo. Um vídeo mostra o lutador discutindo com um homem às 7h18 da manhã. O suspeito sai de uma moto com o capacete na mão. Após luta corporal, Guma fica no chão e depois é alvejado com tiros a queima roupa.

O lutador chegou a ser socorrido com vida. A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA), por meio da Delegacia de São Domingos, informou que o atleta foi levado ao Hospital Socorrão de Presidente Dutra com um tiro na cabeça, mas não resistiu ao ferimento e morreu no hospital. A polícia está investigando o caso e está em diligência para prender o suspeito do crime.

0 comentários:

Postar um comentário

Nova Rádio Timbira

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog