quinta-feira, 26 de abril de 2018

O jornalista Ricardo Melo, criticou os sistemáticos ataques do Sistema Mirante de Comunicação, de propriedade da família do ex-senador José Sarney, ao governador Flávio Dino.

O ex-presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), jornalista Ricardo Melo, criticou os sistemáticos ataques do Sistema Mirante de Comunicação, de propriedade da família do ex-senador José Sarney, ao governador Flávio Dino.

“O Estado do Maranhão, a TV Mirante do Sarney estão em campanha aberta contra o governador Flávio Dino com uma série de fake news, notícias improcedentes acusando o governador de coisas que ele não fez, de atos que ele não praticou”, disse Melo, durante apresentação do programa Contraponto, na Rádio Trianon AM de São Paulo.

O comentário se referia às notícias falsas produzidas pela TV do Sarney e repercutidas pela Rede Globo sobre papel assinado por um tenente coronel da Polícia Militar sobre suposto monitoramento de adversários políticos.

Ricardo Melo disse que o ambiente é de perseguição do grupo Sarney ao governo Flávio Dino em diversas áreas. “Um cerco em relação a verbas federais, cerco interno da mídia pesado”, criticou.

O ex-colunista do Jornal Folha de S. Paulo creditou os ataques ao êxito da gestão de Flávio Dino e o favoritismo nas eleições deste ano.

“O governador Flávio Dino faz uma administração exemplar nas condições colocadas. O Maranhão que era sempre lanterninha nos indicadores sociais e econômicos, na gestão dele teve crescimento. É o estado que mais cresceu no país, paga o melhor salário de professor do país. Faz uma política baseada em instrumentos de democracia e lidera as pesquisas com 60% das intenções de votos”, afirmou.

O jornalista afirmou que além do governador está fazendo uma administração exemplar tem sido uma das vozes mais respeitadas e abalizadas em defesa do presidente Lula e da democracia.

“Nossa solidariedade ao povo maranhense, nossa solidariedade ao governador Flávio Dino. Sarney vamos combinar… já era! Já era Roseana! Deixa o Flávio Dino trabalhar”, afirmou.

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog