quarta-feira, 25 de abril de 2018


Com a primeira etapa de obras concluída desde março, o novo Terminal do Cujupe recebeu a visita, nesta quarta-feira (25), de uma comitiva do Governo do Maranhão formada pelo vice-governador Carlos Brandão; o presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), Ted Lago; e o presidente da Agência Estadual de Transporte e Mobilidade Urbana (MOB), Lawrence Melo. 

A nova estrutura para embarque multimodal de passageiros amplia a infraestrutura de um serviço que movimenta, a cada ano, quase 2 milhões de pessoas e cerca de 350 mil veículos. O grupo, acompanhado das equipes técnicas da EMAP e da construtora responsável pela obra, foi ver de perto a Ala Sul do novo terminal, que conta com guichês para comercialização de passagens, boxes para lanches, banheiros e hall, dentre outros espaços.

Os representantes da gestão estadual também conversaram com os comerciantes da Associação de Vendedores do Terminal do Cujupe. Assim que a segunda etapa das obras for concluída, até o final deste semestre, todos estarão em seus novos boxes, equipados com geladeira, estufa e chapa. Uma realidade bem diferente do que havia antes de iniciada a construção e, junto com ela, o projeto de Desenvolvimento Local a partir do Terminal do Cujupe, para beneficiar os moradores da região que tiram o seu sustento da comercialização de produtos no terminal.

“Essa obra é muito importante para o Maranhão”, disse o vice-governador Carlos Brandão. “Precisávamos garantir conforto e segurança para essa população que se desloca diariamente entre São Luís e a Baixada Maranhense”, completou.

Segundo o presidente da EMAP, Ted Lago, as obras do Terminal do Cujupe marca um novo momento para a região, gerando mais negócios, mais investimentos e mais desenvolvimento. “Estamos mostrando ao vice-governador toda a infraestrutura e o trabalho que vem sendo feito e, principalmente, a dimensão desse projeto que vai devolver o respeito à população do Maranhão, que agora terá uma estrutura adequada”, afirmou Ted Lago.

O presidente da MOB, Lawrence Melo, destacou o fato de que, ainda com as obras em fase de conclusão, já foi transformado o panorama da prestação de serviço continuado para o usuário de transporte público, tanto no modal rodoviário quando no aquaviário. “Com o novo terminal poderemos colocar em operação alguns projetos, entre eles o Expresso Metropolitano, de integração entre esses dois modais ligando a Baixada a São Luís e também à região do Munim com bilhetagem integrada”, disse Lawrence Melo.

O novo terminal, orçado em R$ 12,6 milhões, contará com estrutura para embarque e desembarque de passageiros, terminal rodoviário, alojamento e posto da Polícia Militar (PM Box).

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração