sexta-feira, 23 de março de 2018

Em decisão unânime, após vários adiamentos e pedidos de vista, o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) anulou, na noite de ontem (22), a decisão de primeira instância que cassava o mandato do prefeito de vice de Mirinzal, Jadilson e Derson, respectivamente.

A decisão havia sido tomada após uma ação ser representada contra o prefeito por conta prisão do seu oponente, o ex-prefeito Amaury Almeida, no dia das últimas eleições por um possível assassinato de uma pessoa e tentativa de assassinato contra outras duas, comprovado posteriormente que não era verdade.

Além disso, as contas de campanha de Jadilson foram questionadas já que até pessoas que recebiam benefícios de programas federais, como o Bolsa Família, apareciam na listas de doadores, mesmo que legalmente fossem impossibilitados, já que a renda não seria compatível com a permitida.

Com isso, o juiz José Jorge Figueiredo dos Anjos Júnior, da comarca de Guimarães, cassou o prefeito e vice, que recorreram ao TRE-MA e conseguiram anular a decisão, já que o relator do caso, primeiro a se pronunciar, disse que nenhum dos erros e crimes acima eram suficientes para cassar o mandato do prefeito em exercício.

Veja o trecho da primeira decisão:


Com a nova decisão, o ex-prefeito de Mirinzal e autor da ação, Amaury Almeida, poderá recorrer ao Superior Tribunal Eleitoral (TSE) para tentar reverter o caso que está empatado, já que cada um venceu em uma instância.

Na audiência da noite de ontem, familiares do prefeito de Mirinzal e seu aliado e ex-prefeito Brasil, que recentemente foi preso por envolvimento com agiotagem após estudo do caso da morte do jornalista Décio Sá, comemoraram a decisão do TRE-MA, até vaiando possíveis oponentes no local.

Populares de Mirinzal divergem opinião sobre a decisão do TRE-MA na noite de ontem. Alguns, naturalmente os aliados dos prefeito, consideram que foi a melhor decisão, enquanto muitos outros tanto da cidade quanto de fora, consideram grande injustiça, levando em consideração que o ex-prefeito não cometera crime para que fosse preso, sendo prejudicado no pleito.

Mas isso é assunto para outra matéria…


Do Portal Até Hoje

0 comentários:

Postar um comentário

Nova Rádio Timbira

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog