sábado, 31 de março de 2018




O ex-governador Zé Reinaldo Tavares fez de tudo para tomar o PSDB do controle de Roberto Rocha ou para que o senador aceitasse virar uma espécie de rainha da Inglaterra cedendo a vaga de candidato a governador para Eduardo Braide. Roberto não cedeu.

Diante da situação, Zé Reinaldo teve que aceitar Roberto Rocha como candidato a governador de sua legenda. Apesar de afirmar em nota que o presidenciável Geraldo Alckmin terá dois palanques no Maranhão, o fato é que a falta de um partido grande acaba de matar a candidatura de Eduardo Braide a governador, que, na realidade, nunca foi uma situação real.

A menos que o Clã Sarney ceda um partido para Eduardo Braide ser candidato, visando um segundo turno, e dê estrutura para que o deputado eleja sua esposa deputada federal, Braide vai manter o planejamento inicial e será candidato a federal. Ele tem mantido suas bases para a disputa a uma vaga na Câmara federal.

Contra sua vontade, Zé Reinaldo terá que ser candidato a senador de Roberto Rocha, ao lado de Alexandre Almeida, que deverá ser o segundo candidato a senador da chapa.

0 comentários:

Postar um comentário

Nova Rádio Timbira

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog