sábado, 10 de março de 2018


O prefeito de Bequimão, aliado de Roseana Sarney e filiado ao partido da ex-governadora, o MDB, não teve um pingo de vergonha de inaugurar um museu sediado numa casa de taipa, no povoado quilombola Juraraitá.

Tudo bem que trata-se do Museu da Roça, e, certamente uma casa de taipa poderia estar reapresentada nesse museu. Representada, como algo histórico, de um passado que o Maranhão tenta superar, e não como sede do Museu.
As casas de taipa, ainda muito presentes no interior do Maranhão, são uma vergonhosa herança deixada pelos padrinhos do prefeito Zé Martins, desde que Sarney foi governador do Estado em 1964.

Em meio século de domínio sarneyzista, essas casas viraram um verdadeiro monumento à pobreza, que deveria entristecer qualquer político comprometido com o bem estar da população.




As casas de taipa são uma espécie de submoradia, algo quase desumano até, que deveriam figurar apenas como lembrança em museus. Mas, parece que o prefeito Zé Martins prefere que esse tipo de habitação se perpetue, como moradia e como sede da coisa pública. Toma vergonha na cara, prefeito!
Ou o senhor aprendeu com seu aliado João Alberto? Carcará, descaradamente, disse certa vez que as pessoas no Maranhão gostavam de morar em casa de taipa por uma questão cultural. Criem vergonha. Respeitem o povo do Maranhão.
Depois essa gente quer falar mal de programas do governo do Maranhão como o Escola Digna, que tá trocando escolas de taipa por escolas de alvenaria. Ou o Minha Casa Meu Maranhão, onde famílias podem ter acesso a moradias de qualidade.
Valha-me Deus. Eles querem mesmo é que o povo continue na miséria., pobre lascado, enquanto eles se esbaldam em lagosta e camarão, regado a uísque importado às custas da pobreza do Maranhão.

Como é que pode?

Do Blog do Jeisael.com

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog