segunda-feira, 19 de março de 2018

Assassinato de Nenzim pelo próprio filho
 por causa de dívidas de campanha chocou o Maranhão
O caso do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) chocou o país. E, infelizmente, não é o único assassinato de político. Os números apenas de 2017 e destes primeiros meses de 2018 são altos. O Portal G1 fez um levantamento dos assassinatos de vereadores, ex-vereadores, prefeitos e ex-prefeitos. O Maranhão tem o segundo maior número de assassinatos, com quatro execuções. Somente o Pará teve mais casos, com cinco mortes.

No estado, chamou atenção o caso do ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano Souza, o Nenzim, uma das maiores lideranças políticas da região. O político foi assassinado pelo próprio filho, segundo a polícia. Nenzim Júnior estaria com dívidas de campanha e teria vendido grande parte do gado de uma as fazendas do pai. O crime ocorreu em dezembro de 2017.

Este ano foi registrado o assassinato de Apicum-Açu Jorge Cunha (PROS). Ele era irmão do prefeito da cidade. Jorge teria se negado a dar R$ 2 a um homem na saída de uma festa e levou duas facadas, uma no peito e uma na costela.

A cidade de Governador Nunes Freire, que tem um histórico recente negativo de assassinatos de políticos e até blogueiro, registrou o assassinato do vereador Kedson Rodrigues (PPS), de 38 anos, em agosto do ano passado. Ele foi encontrado morto em Turilândia com várias perfurações de faca.

Em abril do ano passado, foi assassinado o vereador de Anajatuba, Miguel Sampaio Soares (PCdoB), também conhecido como “Miguel Gogó”, morto a tiros em Santa Inês. Ele já vinha sendo ameaçado e foi executado por dois homens em uma motocicleta.

Ao G1, o pesquisador do Grupo de Violência e Cidadania da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), o doutor em sociologia Francisco Amorim, disse que esses casos são uma demonstração da força do estado paralelo. “Não é só marcar território, intimidar ou silenciar uma voz, é dar um recado para toda a sociedade de que a regra paralela é mais forte”.

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração