quarta-feira, 14 de março de 2018



A Caravana da Oligarquia segue sendo motivo de piadas e desprestígio político. Depois de passar vergonha na Maçonaria de Santa Inês, do clima de velório em Santa Luzia, da reunião em uma varanda em Buriticupu e da coação sofrida pelos funcionários comissionados e terceirizados em Imperatriz, agora a “Guerreira” tomou um toco bonito do prefeito de Estreito Cícero Moraes “Cicin” (MDB), mesmo partido da filha de Zé Sarney.

Totalmente isolada e com uma rejeição em níveis estratosféricos, a princesa da Odebrecht já chegou a apelar pelo apoio do golpista Michel Temer. Politicamente desgastada, Roseana resume sua caravana há um amontoado de políticos sem voto, viúvas da oligarquia e os tradicionais babões.


Roseana ficar no vácuo para o prefeito de Estreio é um retrato perfeito da repugnância que os prefeitos maranhenses têm pela ex-governadora e pela oligarquia que tanto prejudicou o Maranhão.Em Estreito, mais um fiasco da Caravana da Oligarquia

A “Guerreira” deixou o governo em dezembro de 2014, devendo Deus, o mundo e mais de cem gestores municipais. Os prefeitos foram vítimas dos convênios eleitoreiros feitos para tentar eleger o candidato Edinho Lobão.

O fato simbólico em Estreito foi um gestor do MDB não participar da Caravana da Oligarquia, o que é demonstrativo do desprestígio total da ex-governadora com a classe política do Maranhão.

Só para constar, o prefeito Cicin preferiu acompanhar o governador Flávio Dino (PC do B) em uma agenda de trabalhos na cidade de Imperatriz.

Prefeito Cicin do MDB ao lado do governador Flávio Dino e do deputado Rogério Cafeteira
A coisa tá feia!



0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog