domingo, 11 de março de 2018


A primeira edição do Mais Saúde em 2018, a nona do programa, foi realizada pelo Governo do Estado no Centro Integrado do Anil (Cintra), no Anil. Foram efetuados 8.937 atendimentos à população da região em dois dias da ação, no sábado (10) e domingo (11). Foram disponibilizados serviços essenciais de saúde, como exames laboratoriais, consultas médias, testes rápidos, vacinação e orientações na área de saúde. 

Para o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, o número de atendimentos mostra a importância do programa para a população. “Revela o sucesso da ação, com adesão muito maior do que o esperado. Demos mais um passo importante na política pública da saúde que é a prevenção, cuidando das pessoas antes delas terem doenças graves”, disse.

Dentre os atendimentos realizados durante este fim de semana, 392 foram com clínicos gerais, 235 com dermatologistas, 352 com ginecologistas, 120 com nutricionistas, 409 na imunização, 232 na pediatria e 344 na saúde bucal. Foram feitos ainda 91 preventivos em mulheres, 1.724 testes rápidos (Sífilis, HIV e Hepatites B e C), 1.013 atendimentos de triagem/enfermagem (aferição de pressão e glicemia), 260 práticas integrativas (massagem, Reike e auriculoterapia) e 2.080 atividades educativas, com especial atenção para saúde da mulher e da família.

Fechando o ciclo médico, 66 pessoas receberam medicamentos gratuitamente na farmácia e 197 foram atendidas pelo serviço social. Já nos serviços de cidadania, foram emitidos 89 cartões do SUS e 375 documentos de identidade e CPF, através do VIVA. Para o gestor estadual da Assistência Farmacêutica da SES e coordenador do Mais Saúde, Sandro Monteiro, o programa cresceu porque a população viu que existe efetividade no atendimento. “Foram quase 9 mil atendimentos realizados em uma estrutura de qualidade, com centenas de profissionais envolvidos, um grande envolvimento também da comunidade, pois é uma necessidade de diversos bairros da capital”, ressaltou.

Foco no público feminino

O público feminino foi o foco desta primeira edição do Mais Saúde em 2018. Denise Lindoso, 24 anos, moradora do Anil, foi uma dessas pessoas. Ela aproveitou para levar o filho de 8 meses para consultar com o pediatra. “Achei o atendimento maravilhoso e ainda consegui consultar meu bebê. Me deram os encaminhamentos para exames de sangue, mas já saí com os remédios prescritos de graça, não precisei comprar nada”, frisou.

Quem também ficou satisfeito com o Mais Saúde foi Maria Lourdes Campos, 54 anos. Ela foi ao anexo do Cintra para buscar os diversos serviços oferecidos, incluindo aferir pressão e tirar dúvidas sobre diabetes. “Esse mutirão é muito importante para nós, porque saúde vem em primeiro lugar, e, aqui, a gente faz algo que nem sempre temos acesso que é a prevenção. Aferi minha pressão e me informei melhor sobre a doença da minha mãe, que é a diabetes. Estou muito feliz pela qualidade do serviço e toda estrutura montada para nos receber bem”, falou.

O Programa Mais Saúde tem oportunizado atendimentos de saúde na área da atenção básica e cidadania. Testes rápidos (sífilis, HIV e hepatites), serviços de enfermagem (aferição de pressão e teste de glicemia) e serviço social são os mais procurados nas ações do Mais Saúde. Com esta nona edição no Centro Integrado do Anil (Cintra), o programa alcançou a marca de 76.208 atendimentos.

0 comentários:

Postar um comentário

Nova Rádio Timbira

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog