sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018


Com o concurso público para o quadro efetivo da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), o Governo do Estado vai preencher mil vagas para a rede de saúde. O certame será realizado, neste domingo (18), em dois turnos: das 8h às 12h (horário local) para os cargos assistenciais e administrativos e das 14h30 às 18h30 (horário local) para os cargos de assistente administrativo e da área médica. 

No domingo, ocasião que será realizada a prova objetiva do concurso, o candidato deverá comparecer com antecedência mínima de 60 minutos do horário fixado para fechamento do portão de acesso ao local de realização da prova, além de estar portando documento original com foto e o cartão de informação do candidato, que contém o horário e o local de prova. O cartão pode ser impresso no endereço eletrônico www.institutoaocp.org.br

Ao todo, mais de 44 mil candidatos concorrem às mil vagas que foram divididas em 28 cargos das áreas médica, assistencial e administrativa. Os salários variam de R$ 1.000 até R$ 7.425,31 para nível médio e superior. 

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, destaca o fortalecimento da rede de saúde com a execução da Lei sancionada pelo governador Flávio Dino. “Com o concurso, estamos oferecendo acesso por mérito próprio para os cidadãos, segurança e estabilidade. O propósito da gestão do governador Flávio Dino é beneficiar a população com um atendimento digno, humanizado e de qualidade”, ressaltou. 

A seleção do concurso será feita em duas etapas e os candidatos serão avaliados por meio de provas objetivas de caráter eliminatório. Na fase seguinte, serão realizadas as avaliações de títulos ou experiências profissionais.

“Além de atender às exigências da Lei, o concurso vai fortalecer o quadro profissional técnico especializado nas nossas unidades de saúde, proporcionando melhorias significativas no atendimento prestado à população”, ressaltou o presidente da Emserh, Vanderley Ramos. 

O certame será aplicado nas cidades de Balsas, Barra do Corda, Caxias, Codó, Imperatriz, Itapecuru, Pinheiro, Presidente Dutra, Rosário, Santa Inês, São João dos Patos, Timon, Zé Doca e São Luís. As demais etapas presenciais do concurso público serão realizadas na cidade de São Luís.

O Instituto AOCP, a empresa organizadora do certame, em publicação no site, dá dicas para evitar problemas no dia da prova, desde o que se pode e o que será proibido levar para o local de provas até como manter o foco na hora de responder as questões. 

Orientações para os candidatos 

Cartão de convocação: Os candidatos que não conseguirem ter acesso ao cartão devem entrar em contato com o SAC do Instituto AOCP, pelo telefone (44) 3344-4242, de segunda a sexta-feira (úteis), das 9 às 17 horas (horário de Brasília).

Caneta: Não leve apenas uma caneta e lembre-se que ela precisa ser esferográfica, transparente e de tinta preta ou azul.

Itens proibidos: Óculos escuros, boné, lenço, anotações, relógio, calculadora e qualquer tipo de aparelho eletrônico estão proibidos sob pena de eliminação do candidato.

Celular: Telefones celulares devem permanecer desligados. Na hora da prova, o fiscal indicará onde ele pode ficar acomodado. Caso o aparelho emita algum som, o candidato não tem segunda chance.

Comida e água: O nível de glicose pode cair, você pode ter fome e sede. Leve uma bala, além disso não esqueça da água.

Local de prova: Caso o lugar não seja familiar, visite o local com antecedência.

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração