quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018




Os investimentos em agricultura familiar são peças chave na transformação que o Maranhão vem passando nos últimos 3 anos. Incentivos no acesso à terra, na garantia do plantio, no auxílio à produção e na comercialização dos produtos vem mudando a vida dos pequenos agricultores e agricultoras, mostrando que com um olhar voltado a quem mais precisa, pode-se melhorar a vida dos homens e mulheres residentes das áreas rurais do estado. No Povoado Desconsolo, localizado no município de Governador Eugênio Barros, a entrega de um kit de irrigação de 1ha somada a assistência técnica tornaram possíveis que os agricultores e agricultoras familiares da região aumentassem sua produção, ampliando sua renda e assim conseguindo melhorar a sua qualidade de vida.

Residente do povoado, a agricultora familiar Ana Rodrigues da Silva, conhecida como Cláudia, é uma das beneficiárias agraciadas com o kit e não esconde a alegria ao falar dos benefícios que as ações do Governo do Maranhão, através do Sistema SAF (SAF, AGERP, ITERMA) trouxeram a comunidade. “Eu só quero dizer que estamos felizes. Antes não tinha nada, e agora temos uma oportunidade de trabalharmos, produzirmos. Me alegro demais só em falar”, declarou.

Para ela, a situação era muito difícil antes dos kits de irrigação. “Antes só tinha aqui o trabalho da roça. Era difícil até para comprar a comida em casa. A gente tinha dificuldade em comer uma verdura, era um horror”, afirma Cláudia. Após receber o equipamento, junto com 10 outras agricultoras familiares da Associação dos Pequenos Agricultores e Agricultoras Familiares do Povoado Desconsolo, a agricultora começou o cultivo de uma horta, o que ocasionou em um ganho de qualidade de vida para ela e toda a comunidade. 

Atualmente, a associação já consegue realizar o plantio de diversas culturas, como: feijão, milho, melancia, quiabo, maxixe, pepino, tomate e cheiro verde. “É o primeiro benefício que a gente vê na comunidade e a gente sente que tá dando certo. Hoje, além de comer bem todos os dias, podemos comprar uma coisinha para dentro de casa”, comemora a agricultora.

“Os kits de irrigação vem atendendo áreas com 500 metros quadrados, mil metros quadrados e até de 1 hectare (10 mil metros quadrados), o que vem ajudando os nossos agricultores no período de estiagem. Através deles conseguimos dinamizar e elevar a produção agrícola consolidando, dessa forma, a economia do nosso Estado e levando dignidade e qualidade de vida ao homem e mulher do campo”, atesta o secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares.

Assistência técnica

Através do acompanhamento dos técnicos da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão (AGERP) os agricultores e agricultoras do Povoado Desconsolo puderam além do plantio e colheita também encontrar onde comercializar sua produção. Grande parte da mercadoria é vendida aos mercados da cidade e também municípios próximos. Para o gestor regional da AGERP, Wagner Urbano, o benefício da horta chega não apenas aos agricultores que participam dela, mas se estende aos outros moradores da localidade. “Percebemos que a horta trouxe um impacto significativo na comunidade, já que além dos familiares de quem produz, outras pessoas da comunidade puderam consumir produtos de boa qualidade e ajudar a comercializá-los”, nos disse.

Para Cláudia, a assistência é de suma importância para o avanço na renda e qualidade de vida da comunidade. “Sou muita grata aos técnicos pelo auxílio que eles nos trouxeram. Não canso de dizer que estamos todos muito felizes”, afirma. Segundo a agricultora, mais moradores da região querem participar atualmente da horta. “Estamos ampliando o grupo, tem mais gente querendo entrar. Pretendemos aumentar também a quantidade de culturas, plantando beterraba, cenoura, alface e couve”, concluiu.

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog