quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Casal suspeito de abuso de vulnerável. Foto/Policia Civil.

Na manhã desta quinta-feira (8), a polícia civil de Monção sob o comando tático e técnico do Delegado Paulo Roberto Santana Coelho deu cumprimento a mais dois mandados de prisão a desfavor de Valdir Diniz Silva e Maria Telma Ribeiro da Silva. O casal (marido e mulher) são suspeitos de terem praticado o crime de estupro de vulnerável contra a criança F.S.N de apenas 12 anos de idade.

A criança F.S.N é filha da suspeita Maria Telma e segundo informações da PC, o caso foi apresentando desde de novembro de 2017, através do Conselho Tutelar de Monção, onde na ocasião iniciou-se as investigações ouvindo a vítima e testemunhas, além da requisição do exame de conjunção carnal, pois é por meio do exame que se comprova o ato sexual. Informações repassadas ao ACORDA são de que os abusos sofridos contra a criança já duravam mais de 03 anos e eram praticados na própria residência do casal e às vezes o suspeito Valdir Diniz (padrasto) praticava o abuso no mato.

A Policia Civil apurou ainda que Maria Telma (mãe da vítima) sabia dos abusos e ainda levava a própria filha para que o companheiro (padrasto da vitima) praticasse o ato sexual e a mesma assistia tudo. Depois de todo o levantamento e munidos de mandato de prisão, os policiais civis Eduardo Maia e André Quadros localizaram os suspeitos no povoado Santa Helena, zona rural de Monção, onde efetuaram a prisão dos mesmos.

A mãe e o padrasto da vítima foram apresentados na Delegacia Regional em Santa Inês, onde irão aguardar decisão da justiça.

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog