terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

A primeira unidade a ser entregue neste ano será a de Matões, em março (Divulgação)

O Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) é um programa pioneiro do Governo do Estado que vem ampliando gradativamente o acesso à educação profissional técnica em todo o estado. Com a construção de mais 12 IEMAs até o final deste ano, o Governo Flávio Dino dará um salto de qualidade na oferta de ensino profissional integrado no Maranhão. A primeira unidade a ser entregue neste ano será a de Matões. A inauguração está marcada para março.

O secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, destacou que as unidades do IEMA são mais um resultado da parceria entre a Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra) e a de Ciência e Tecnologia (Secti), que viabiliza a entrega de um equipamento público importante para dar mais oportunidade aos jovens maranhenses.

“São escolas de ensino técnico profissionalizante que aproveitam as vocações econômicas de cada região e contribuem para que os jovens tenham acesso ao conhecimento científico, técnico e profissionalizante. Dessa maneira, com esse planejamento que está sendo executado, o Governo do Maranhão tem dado avanços significativos e que cada vez mais, no futuro breve, serão melhor identificados pela população do nosso estado”, disse o secretário.

IEMA

A proposta do IEMA é ofertar educação técnica integral, com infraestrutura, equipamentos e pessoal para o desenvolvimento de cursos técnicos integrados ao ensino médio, respeitando as necessidades locais e as prioridades estratégicas do Maranhão. O Instituto está organizado em Unidades Plenas e Unidades Vocacionais. 

“Só existe desenvolvimento verdadeiro acreditando na educação. Há um consenso retórico em termos de campanha, que educação é prioridade, e, depois, muita gente esquece desse compromisso”, disse o governador Flávio Dino.

As Unidades Plenas em funcionamento estão localizadas em Axixá, Bacabeira, Coroatá, Pindaré-Mirim, São José de Ribamar, São Luís e Timon. As Unidades Vocacionais em funcionamento em Açailândia, Bequimão, Caxias, Carolina, Codó, Imperatriz, Pedreiras, Pinheiro, Ribeirãozinho, São Luís/Praia Grande, São Luís/Escola de Cinema e São Luís/Estaleiro Escola.

O IEMA também atua em parceria com prefeituras, associações, sindicatos e movimentos sociais, alcançando 71 municípios em 2017. Nos últimos três anos, a Instituição conquistou medalhas e premiações nacionais e internacionais na área de Robótica, Matemática, Geografia, Foguetes, Química; ficou entre os finalistas do Prêmio Nacional de Competitividade nos Estados e entre os classificados no Prêmio Samsung Respostas para o Amanhã.

“Neste momento, organizamos o novo ciclo de expansão do IEMA para 2018, tendo como objetivos claros, consolidar a rede já implantada, qualificar as novas unidades e tornar esta instituição referência em educação técnica integral”, declarou Jhonatan Almada, reitor do IEMA.

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog