terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Carlos Brandão com o novo presidente do TST, João Batista Brito Pereira e a presidente do Superior Tribunal de Justiça, Laurita Vaz

O vice-governador Carlos Brandão esteve em Brasília nesta segunda-feira (26), para prestigiar João Batista Brito Pereira, eleito presidente do Tribunal Superior do Trabalho para o biênio 2018-2020. Disputada, a posse dos novos dirigentes aconteceu no Plenário Ministro Arnaldo Sussekind, no Tribunal Superior do Trabalho, em Brasília. Além de seu presidente, tomaram posse também Renato de Lacerda Paiva, vice-presidente, e Lélio Bentes Corrêa, corregedor geral.


"Com muita alegria, recebi o convite para participar desta cerimônia. Ela marca mais uma vitória de um homem que trilhou com brilhantismo a sua carreira e muito orgulha o nosso Maranhão", elogiou o vice-governador. 

"Assumir a presidência dessa Corte, a que me vinculo a profundos laços profissionais, é, para mim, uma honra. Recebo o cargo com humildade e ciência da enorme responsabilidade e desafios que tenho pela frente. Sou maranhense, nascido e alfabetizado em um pequenino povoado da minha Sucupira do Norte. Assumo esse Ministério enxergando o desenvolvimento e o fortalecimento da Justiça do Trabalho, tudo na direção da paz das relações de trabalho", rememorou o mais novo presidente do TST, ao narrar aspectos de sua vida que o fizeram chegar à Corte. O presidente também reforçou que priorizará a adequação da jurisprudência da Corte à nova lei trabalhista, que entrou em vigor em novembro de 2017.


Trajetória profissional de João Batista Brito Pereira 

Nasceu em Sucupira do Norte (MA), em 04 de setembro de 1952. Bacharel em Direito formado pelo Centro Universitário do Distrito Federal - UDF. Pós-graduado em Direito Público. Foi advogado militante e consultor na área jurídica de 1982 a 1990. Em 1991, concluiu o Curso de Altos Estudos de Política e Estratégia na Escola Superior de Guerra.

Ingressou no Ministério Público do Trabalho em maio de 1988. Foi promovido procurador do Trabalho de primeira categoria (em agosto de 1988). Promovido, por merecimento, a subprocurador-geral do Trabalho (em 1989), cargo que exerceu até sua posse no cargo de ministro do Tribunal Superior Trabalho, em 31 de maio de 2000.

0 comentários:

Postar um comentário

Nova Rádio Timbira

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog