domingo, 18 de fevereiro de 2018

Foto Reprodução

Por Flávio Dino

A Campanha da Fraternidade ocorre a cada período da Quaresma, estimulando que todos aproveitemos esse momento para uma reflexão coletiva. Neste 2018, o tema não poderia ser mais oportuno. Com o mote “Fraternidade e superação da violência”, a CNBB coloca um olhar cristão nesse debate.

“Em Cristo somos todos irmãos” (Mt 23,8) é a referência da campanha e sua oração pede: “Acolhamos o projeto de Jesus e sejamos construtores de uma sociedade justa e sem violência”. É uma visão de que, para além da necessária política repressiva ao crime, somente ações mais amplas de solidariedade são capazes de recompor o tecido social e reduzir, de modo sustentável, a criminalidade.

Essas são as experiências internacionais: quanto menos desigualdade, quanto mais oportunidades e direitos, menor é a violência estrutural da sociedade e, por isso, o cometimento de crimes diminui. É por essa razão que, quando muitos brasileiros viajam ao exterior, se sentem seguros andando nas ruas até tarde da noite. Não é pela presença ostensiva da polícia, embora necessária, mas sobretudo porque esses países são mais justos socialmente.

Aqui no Maranhão, a nossa política de segurança parte dessa compreensão e os resultados têm sido cada vez melhores. Temos taxas declinantes de crimes violentos letais, como homicídios, pois ampliamos os investimentos em viaturas, na remuneração e promoção de policiais, em equipamentos e em tecnologia. Mas, mirando a dimensão estratégica da Segurança Pública, colocamos a Educação no centro das preocupações do Governo, objetivando dar oportunidades mais igualitárias a todos os cidadãos. Diz um antigo mas sempre atual ditado: “uma escola que se abre é um presídio que se fecha.”

Também temos investido em ações em parceria com organizações da sociedade civil que trabalhem com a juventude e a cultura da paz. É o caso da Semana de Retiros Culturais que o Governo do Maranhão apoiou nesta semana que passou, assim como dos Conselhos Comunitários pela Paz.

E no final do ano passado, criamos a Rede Maranhão Solidário. Com ela, lançamos inédito edital de apoio financeiro a entidades sociais, além de estarmos possibilitando que cada cidadão possa destinar parte do ICMS para fortalecer tais ações.

Essa visão ampla é fundamental para que não percamos, no futuro, a eficácia do enorme investimento público que nosso Governo está fazendo na aquisição de quase 900 viaturas policiais novas e na contratação do maior efetivo policial da história do Maranhão.

Hoje a sociedade sabe que tem um governo sério e que não é conivente com o crime. Muito diferente do estado que recebi, sem comando, tomado pelas facções que mandavam fechar o comércio da capital praticamente todos os meses e transformaram a Penitenciária de Pedrinhas numa das mais violentas do mundo. Triste passado, que não voltará.

Desejo o máximo sucesso para mais uma importante Campanha da Fraternidade e que as suas ações evangelizadoras contribuam para que se fortaleçam visões responsáveis e realmente eficazes contra a violência.

0 comentários:

Postar um comentário

Nova Rádio Timbira

Facebook

Rádio do seu Coração

Arquivo do blog